linkedin google plus facebook twitter
Home / Candidaturas / 6 coisas que os Bons Candidatos fazem

6 coisas que os Bons Candidatos fazem

candidatos

Já parou para pensar e já se perguntou porque é que alguns candidatos conseguem emprego mais rapidamente do que outros? A diferença pode estar na estratégia adoptada na procura de emprego.

Os profissionais com mais sucesso escrevem bons CV’s e cartas de apresentação, mas também:

1. Os bons candidatos sabem seguir instruções

Regularmente, as empresas colocam pequenas notas e pedidos no final dos anúncios de emprego. Os mais comuns são:

  • Enviar fotografia
  • Enviar a candidatura para o e-mail X
  • Escrever a referência XPTO no título do e-mail
  • Enviar portefólio
  • Enviar a candidatura através do portal de emprego da empresa
  • Enviar candidatura somente se preencher os requisitos obrigatórios.

Siga rigorosamente as instruções da empresa para demonstrar que é atento e analisou o anúncio cuidadosamente.

2. Os bons candidatos sabem comunicar o seu valor

Não é suficiente enviar um CV padrão e uma carta de apresentação pouco direccionada. As empresas preferem candidatos que sabem demonstrar de que forma podem ser úteis.

Faça uma pesquisa para compreender quais as atuais dificuldades da empresa e explique, na sua carta de apresentação, quais as competências que o fazem ser a pessoa ideal para ajudar a empresa.

3. Os bons candidatos conseguem mostrar que se integram na empresa

Estes profissionais conseguem ver os empregadores como pessoas e não somente “máquinas de recrutamento”. Por isso, na sua carta de apresentação, demonstram que seriam bons colegas e que facilmente se integrariam na cultura da empresa.

Aproveite a pesquisa realizada para perceber qual a “personalidade” da empresa e mostrar como se adequa.

Dica: Ao escrever, imagine que já faz parte da empresa e está a enviar um e-mail a um colega.

4. Os bons candidatos dão exemplos de sucesso

Uma imagem vale mais do que mais palavras, certo? Nas candidaturas, a “imagem” pode ser um poretfólio, um trabalho feito pró-ativamente ou até um exemplo concreto de um momento em que o candidato ajudou a empresa anterior a ser bem-sucedida.

Por exemplo, dizer que tem capacidade de resolver problemas não garante ao empregador que essa seja a realidade. Uma boa forma de exemplificar seria dizendo que, na loja XPTO, era sempre a pessoa chamada para atender os clientes insatisfeitos, pois conseguia evitar a reclamação e resolver o problema do cliente.

5. Os bons candidatos fazem perguntas pertinentes

A entrevista de emprego é menos stressante para este tipo de candidatos, já que a consideram uma conversa e não um interrogatório.

Durante a mesma, fazem questões que os ajudam a perceber o que é esperado do profissional que ocupar a vaga e como é trabalhar naquela empresa. Os recrutadores gostam de sentir a curiosidade por parte dos candidatos e mais facilmente escolhem o que lhes mostrar mais interesse na empresa/cargo.

6. Os bons candidatos fazem follow-up

Por último, mas não menos importante: demonstre interesse contínuo na vaga. O processo de candidatura não pára depois da entrevista de emprego. Deve enviar um e-mail de agradecimento e, mais tarde, um e-mail de follow-up.

Neste, pode questionar se já existe uma resposta (afirmativa ou negativa), mas não fique por aí… envie um artigo relevante para a empresa, dê uma dica que ajude a empresa a desenvolver os seus negócios ou volte a puxar um dos temas mais interessantes que discutiram na entrevista de emprego.

O importante é manter a linha de comunicação aberta para ficar na mente do recrutador e aumentar a probabilidade de ser contratado.

 

Fonte: Careerealism

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*