linkedin google plus facebook twitter
Home / Competências / 6 passos para criar a sua marca pessoal

6 passos para criar a sua marca pessoal

6 passos para criar a sua marca pessoal

Faz parte do ser humano pensar sempre no próximo passo profissional. Tanto o crescimento pessoal como profissional é uma necessidade básica que torna a nossa vida mais excitante. Mas poucas são as pessoas que conseguem fazê-lo de uma forma clara. Eventualmente pode deixar-nos um sentimento de potência, mas sem ligação entre a nossa estratégia e personalidade.

Todos já nos deparamos com um professor que não tem paciência, um médico que não tem empatia, uma pessoa de vendas sem habilidades de comunicação ou uma pessoa de RH sem jeito para pessoas.

A imagem das nossas falhas e vitórias, é a chave para definir como aglomeramos o nosso valor social e económico. Então está é ligação entre a nossa estratégia e a personalidade.

Por isso, aqui fica uma estratégia de posicionamento profissional:

Tire um tempo para si

Para pensar, criar a sua visão e definir objetivos profissionais precisa cerca de três meses. É o tempo mínimo de investimento neste processo. Não precisa de ser algo chato e maçador, pode ser divertido e onde pode dar asas à sua criatividade. Este é o tempo necessário para mudar de áreas, como por exemplo, da Banca para a Inovação, de Vendas para Marketing, ou para criar a sua própria empresa.

Um ano é o tempo que precisa para que o seu novo posicionamento profissional alcance o que deseja, com novos pensamentos e métodos de trabalho como parte da sua personalidade. É o tempo mínimo de um mestrado.

A perceção do seu posicionamento profissional irá levar algum tempo para as outras pessoas. Isto é branding, e branding é confiança. E para criar confiança é fundamental ter novos e melhores conceitos desenvolvidos por si.

6 Passos para Branding Pessoal Criativo

Com um processo de criação de marca pessoal criativa em mãos pode criar e elaborar um ou mais modelos visuais para o seu próprio posicionamento profissional. Aqui estão alguns passos úteis que pode ter em consideração:

1. Reflexão

Tente perceber o que se passa à sua volta. Qual a área em que quer trabalhar. Toda a pesquisa vem antes do desenvolvimento. Por isso, recolha toda a informação necessária sobre o ambiente externo e foque-se na sua avaliação pessoal. Também é importante saber as suas limitações para depois ser eficazmente criativo.

2. Reformulação

Como a combinação entre novas ideias profissionais e pessoais, oferecem novas oportunidades? Ter a perceção de algo é ter a compreensão clara das coisas em situações mais complexas. Por isso, o seu pensamento analítico ajudá-lo-á a encontrar novos conhecimentos de mercados e oportunidades. Já o seu pensamento emocional permite encontrar ideias sobre a sua personalidade.

3. Criação

Depois das suas pesquisas, “insights” e de novas visões vem o desenvolvimento de um plano de ação concreto e bem definido. Os designers desenvolvem protótipos rápidos e simples para que possam mas rapidamente ter feedbacks reais e otimizá-los da melhor maneira.

4. Crescimento

Enquanto trabalhamos neste processo, estamos em constante crescimento, principalmente ao nível pessoal. Sendo esta nova visão profissional determinante para o desenvolvimento humano.

5. Diferenciação

Se tiver um posicionamento bem definido, com o tempo e com persistência, maior facilidade terão os seus colegas em notarem a diferença profissional. A nossa natureza e a provas profissionais são chave para o nosso sucesso, assim como a comunicação humilde e autêntica é importante para conquistar novos clientes ou colaboradores.

6. Avançar

Pensar e não conceber não faz muito sentido.

Após o investimento de alguns meses e poucos recursos no desenvolvimento do seu novo cenário profissional, acabou por ganhar conhecimento sobre mercados, e uma mudança rápida, então já pode avançar com um plano de ação. Pois com um plano de ação claro, sabe o que tem que mudar, aprender ou o que adicionar à sua personalidade para criar valor para os seus clientes sobre o seu produto e/ou serviço. A sua estratégia sai da sua personalidade.  A marca pessoal criativa.

Coloque em prática este processo e avalie onde está e aproveite. Vai encontrar-se a si próprio impulsionado por prioridades. Vai ter stress, mas um stress positivo. A hiperatividade e a “muita ocupação” não são objetivos. Mas a produtividade impulsionada pela paixão é um objetivo.

Por isso, não perca tempo. Não existe o momento certo. Comece já e divirta-se.

 

Fonte: Work It Daily

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

One comment

  1. Gostei do conteúdo do artigo, mas atenção que tem imensos erros! Saliento apenas alguns:
    – Vírgula mal colocada na frase “Para pensar, criar a sua visão e definir objetivos profissionais precisa cerca de três meses”;
    – Vírgula mal colocada: “A imagem das nossas falhas e vitórias, é a chave para definir como aglomeramos o nosso valor” (e monte de vírgulas mal colocadas…por aí fora).
    – Atenção à diferença entre “está” e “esta”. (Ele está doente./ Esta é a minha casa).
    De resto, o conteúdo do artigo é útil e atual! Não me levem a mal…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*