Para a maioria de nós, trabalhar é um requisito. Até descobrirmos ou criarmos uma oportunidade que nos permita trabalhar com paixão, podemos estar num emprego que realmente não passa de um… trabalho.

Aceitar o seu trabalho das 9 às 18 funciona bem até ao momento em que a sua paixão e propósito falam mais alto. Quando começa a reconhecer o seu propósito e a alimentar a sua paixão, o que é o seu trabalho diário acaba por ser um fardo para si.

Formas de ser feliz num trabalho que não gosta

Como conseguir passar 40 horas semanais sem sentir que está a cumprir uma pena por um crime que não cometeu? Veja as nove dicas para ser feliz num emprego que não gosta:

  1. Deixe de lado os dramas. Fique longe de pessoas dramáticas.
  2. Inicie um novo projeto. Com isso junte a nova competência que quer aprender e desenvolver.
  3. Escolha uma perspetiva melhor. Procure oportunidades e ganhos em vez de falhas e de defeitos.
  4. Encontre um amigo. Segundo uma pesquisa, as pessoas que têm amigos no trabalho têm uma maior taxa de satisfação na sua carreira.
  5. Aprenda algo novo. Porque não ler um livro, um artigo ou fazer um curso online. Encontre formas de conseguir obter mais informações e inspire-se.
  6. Pratique a gratidão. Seja grato por aquilo que tem e no potencial que tem para criar algo.
  7. Pare de falar mal das coisas. Fale positivamente do ambiente do seu emprego, dos seus colegas e da empresa.
  8. Continue a trabalhar para a sua paixão. Independentemente de ser cinco horas ou cinco minutos, encontre forma de incluir a sua paixão na rotina.
  9. Tenha uma vida. Se está dedicado a um trabalho que não lhe é satisfatório tente criar um equilíbrio e adicione atividades “extra-curriculares”.

 

Em suma: não precisa de ser infeliz num emprego terrível. Assuma a responsabilidade de criar a sua própria felicidade e construa a sua carreira.

 

Fonte: Work it Daily