ensino superior

Para se ser bem sucedido na vida profissional é preciso escolher bem o curso, pois é uma das decisões mais importantes das nossas vidas. Por isso mesmo, o Jornal Económico decidiu ajudá-lo e criar um guia com tudo o que tem que saber para se candidatar ao ensino superior.

1. Bom planeamento

Tudo o que precisa de saber sobre o Ensino Superior está  na página da Direção Geral do Ensino Superior (DGES). Neste site tem as informações fundamentais para planear a sua candidatura às Universidades ou aos Institutos Politécnicos Públicos.

Terá acesso a uma lista completa de todos os cursos existentes em Portugal, das faculdades em que são leccionados, das médias necessárias para o acesso, assim como às provas de ingresso.

2. Acesso à senha de candidatura online

As candidaturas são efetuadas através de uma plataforma online. Como tal, terá que solicitar junto do DGES uma senha de acesso.

Posteriormente, deverá preencher um formulário com indicação de um email para onde é enviado um documento a imprimir e a certificar pelo Gabinete de Acesso ao Ensino Superior (GAES) da sua escola.

3. Descoberta do gabinete de acesso ao ensino superior mais perto

Veja qual o GAES mais próximo e entre em contacto com o mesmo para que a entidade certifique o formulário. Uma vez feita a certificação, receberá a senha de acesso para realizar a sua candidatura ao ensino superior.

4. Seleção dos cursos a que se pretende candidatar

Ao preencher o formulário, por ordem de preferência, deve indicar seis pares curso/instituição de ensino.

Pesquise antecipadamente os cursos que mais lhe despertam interesse para quando tiver que decidir. Para melhor decidir, descubra aqui uma lista de cursos em Portugal onde a taxa de desemprego é 0%.

5. Testes e ferramentas de orientação

Para que se possa orientar, a DGES disponibiliza um “Assistente de Escolha de Cursos”, que o ajudará na navegação pelo site e pela informação contida no mesmo.

Contudo, deve também consultar os sites das faculdades onde os seus cursos preferenciais são leccionados e assim verificar e analisar os planos de estudos e as profissões que cada curso dá.

6. Provas de ingresso

As provas de ingresso são os exames nacionais obrigatórios para se candidatar ao ensino superior e a um determinado curso.

Para cada curso, e para cada instituição, só podem ser utilizados como provas de ingresso os exames aos quais tenha tido uma classificação igual ou superior à classificação mínima fixada por essa instituição para esse curso.

7. Calculo da média do ensino secundário

Para realizar a sua candidatura ao Ensino Superior deverá solicitar a ficha ENES na sua escola. Aqui estarão registadas todas as notas necessárias à sua candidatura. Com as notas dos exames nacionais e uma vez calculada a média do Ensino Secundário, pode obter a nota de candidatura.

8. Pré-requisitos necessários

O curso que pretende frequentar pede a confirmação dos pré-requisitos exigidos? Então, se sim, verifique se são do tipo A ou B e recolha a documentação necessária para entrega no momento da matrícula.

9. Condições de candidatura às privadas

As candidaturas ao ensino superior realizadas através do site da DGES só são feitas para o Ensino Superior Público.

Se pretende candidatar-se a uma entidade privada, deve entrar em contacto com a instituição em causa, de forma a informar-se sobre prazos e as condições da candidatura.

10. Acesso a bolsas de estudo 

Para a obtenção de bolsa de estudos, deverá assinalar essa opção no formulário da candidatura da DGES. Posto isto, receberá os dados de acesso à plataforma para a candidatura à bolsa, podendo assim submeter a documentação exigida.

Toda a documentação será encaminhada para a instituição de ensino onde ficar colocado.

 

Fonte: Jornal Económico