novo emprego

Os primeiros 90 dias no seu novo emprego são cruciais para o desenvolvimento da sua carreira a longo prazo. Será durante esse período que terá a principal perceção se cumprirá o que prometeu nas entrevistas e irá revelar-se enquanto profissional.

E será muito importante pedir feedback para demonstrar ao seu novo chefe que está comprometido com o trabalho, comprometido com a excelência no que faz e que procura uma carreira a longo prazo dentro da empresa.

Mas sabia que há formas corretas de o fazer? Leia a seguir quatro passos, elaborados pelo The Muse, sobre como solicitar feedback para garantir que está no caminho certo:

Quando perguntar?

Que trabalhos teve a oportunidade de realizar? Se acabou de concluir um grande projeto ou terminou uma tarefa mais difícil, esse pode ser o momento perfeito para solicitar uma contribuição sobre o que fez. Mas independente disso, não deixe passar mais de três semanas sem pedir algum feedback no seu novo emprego.

A quantidade de vezes que deverá solicitar dependerá do volume e do seu envolvimento no trabalho, mas uma boa prática deve ser: não pedir mais de uma vez por semana e não menos do que uma vez no mês.

Como perguntar?

Fale pessoalmente ou via email com o seu chefe e peça para marcarem uma reunião, explicando o motivo desta, assim eles poderão ter tempo de preparar ideias e insights para partilhar consigo.

Experimente algo como: “Eu pedia 15 minutos do seu tempo para falar sobre a sua opinião acerca do meu trabalho. Está satisfeito com o que estou a fazer e a produzir? Existe algo que eu possa fazer de maneira diferente?”.

O que deve fazer?

Dê ao seu chefe sugestões sobre o que quer ouvir, como: “Como estou integrado dentro da equipa?”, “Estou a desenvolver as atividades no tempo necessário?” ou “Como é a qualidade do meu trabalho? Há alguma área de desenvolvimento que já tenha identificado na qual eu possa melhorar?”.

Este também é o momento de informar o seu chefe sobre o que precisa em termos de recursos. Seria benéfico ter uma formação regular individual ou alguma formação adicional?

A quem perguntar?

Além do seu superior imediato, os colegas de trabalho também são ótimas fontes para obter feedback.

Embora não precise ser tão formal quanto com um chefe, tente elaborar um email para os colegas com os quais mais trabalha, como “Olá, estou gostando muito de estar aqui até agora e adoraria o seu feedback para garantir que estou desenvolvendo as minhas funções com sucesso para construir uma carreira a longo prazo na empresa. É realmente importante para mim saber se estou fazendo um bom trabalho e causando uma boa impressão”.

 

A realidade de pedir feedback é que nem sempre poderá ser 100% positivo. Então esteja preparado mentalmente, pois todas as suas boas intenções serão imediatamente anuladas caso entre em modo “defensivo”.

Em seguida, envie um email de acompanhamento a agradecer ao seu chefe ou colega pelo seu tempo e sinceridade, e descreva brevemente os seus pontos, ideias e quais os próximos passos que deseja seguir. Implemente qualquer área de melhoria imediatamente e dê um retorno para o seu chefe para garantir que os ajustes que está a fazer estejam corretos e sejam percebidos.

Sabemos que há muito a aprender nos primeiros 90 dias, afinal, há novas tecnologias para aprender, novos rostos e nomes para lembrar, e muito mais, e será fácil sentir-se sobrecarregado.

Incorporar estes passos mostra maturidade e compromisso da sua parte e também dará uma boa indicação se está a ir bem ou precisa de fazer alguns ajustes antes que seja tarde demais. Independentemente do que aprenda com os feedbacks, isso permitirá que se destaque no seu novo emprego.