linkedin google plus facebook twitter
Home / Negociação / 15 coisas que nunca deve dizer enquanto negoceia o seu salário

15 coisas que nunca deve dizer enquanto negoceia o seu salário

 

Conseguiu aquela entrevista? Muito bem, mas agora vem a parte mais difícil: negociar o seu salário.

Negociar o seu salário é como negociar qualquer outra coisa, no entanto deve ser ter em atenção as palavras que utiliza, uma vez que há algo pessoal nessa negociação.

Seguem 15 frases que não deve mencionar durante a negociação salarial:

#1 – “Aceito [a primeira oferta]”

Não se esqueça que é uma negociação, e por isso tenha cuidado com as palavras para não terminar mesmo antes de ter começado.

#2 – “Estou à procura de X.”

Não exclua o primeiro número. Afinal vai querer um espaço para discutir o que é justo ou não.

Defina uma boa estratégia de negociação para que a empresa avance primeiro com um número. Isso coloca-o em vantagem e em posição para poder negociar a partir desse momento.

#3 – “Isso é tudo o que me oferece? “

Jamais diga essa frase ou algo do género que possa “ofender” a empresa, mesmo que possa achar um valor ridículo.

#4 – “Não.”

Durante a negociação, tem ser flexível e se for necessário oferecer uma contraproposta, caso não se sinta satisfeito com o valor apresentado. Se disser apenas “não”, eventualmente poderá fechar uma porta à oferta de emprego.

#5 – “Tenho outras ofertas pendentes que são mais lucrativas.”

Ainda que seja verdade, não levante essa questão, simplesmente discute-a. Se não tiver nenhuma outra oferta, pode ser confrontado e isso pode-lhe correr mal, então evite esse caminho, pois pode ser arriscado.

#6 –  “Esta é a minha última oferta”.

Normalmente este tipo de frases indicam de imediato que se pretende fechar a negociação.

#7 – “Pode parecer um pouco agressivo, mas …”

Baseie-se em factos e não mencione qualquer tipo de aviso.

#8 – “Eu preciso…”

Nunca diga que precisa mais de X devido a despesas ou dividas que eventualmente tenha. Não misture os seus problemas pessoais com o profissional, pois trata-se do seu mérito e do seu trabalho.

#9 – “Odeio ter que pedir isto, mas …”

Não é de facto fácil ter que pedir mais dinheiro, mas dizer “odeio ter que fazê-lo” não é verdade. É simplesmente uma maneira terrível de dizer “temos que negociar”.

#10 – “Eu acho que…”

Evite as palavras incertas como “eu acho” ou “talvez”. Mantenha e fale sempre com confiança.

#11 – “No mínimo gostava de aceitar X.”

Se colocar regras na oferta mais baixa que estão dispostos a pagar, então isso poderá ser o seu salário.

#12 “Desculpe”

Tenha mais confiança em si e no seu trabalho. Se sabe qual é o seu valor e tem a noção dos benefícios que pode trazer para a empresa, então não precisa de pedir desculpas.

#13 – “Barato” / “Mau”

São palavras impróprias e desrespeitadoras para uma empresa. Certamente que ninguém o vai querer contratar se faltar ao respeito à empresa.

#14 – “Mas eu valho muito mais”

Obviamente que vai querer em algum momento mencionar o seu valor, então faça-o, mas cuidado com a forma como o diz, não vai querer parecer desagradável e arrogante.

#15 – “Pode não pensar que valho a pena, mas…”

Vai querer ser direto, bem-educado e conciso enquanto estiver a negociar, afinal vai querer mostra a sua competência e que é uma mais-valia para equipa.

 

Fonte: AOL

 

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*