linkedin google plus facebook twitter
Home / Curriculum Vitae / Currículo: 3 dicas para impressionar o recrutador

Currículo: 3 dicas para impressionar o recrutador

Existem muitos elementos para colocar no currículo e que por vezes não sabemos bem a que secção pertence. Coloca a sua Experiência antes das Competências ou depois? Cada emprego tem critérios diferentes, logo deve incluir informação importante, bem como os requisitos de qualificação.

Não há propriamente uma regra sobre o tema, mas há coisas que deve ter em consideração para ajudar a definir informações prioritárias no seu currículo de forma a impressionar o técnico de recrutamento.

Na maioria dos casos, as primeiras áreas do currículo para onde um entrevistador olha, é para a experiência de trabalho, as qualificações, competências/ habilidades, educação e depois outras informações disponíveis. Ao verificar estes pontos, e por esta ordem, o recrutador também está a avaliar o modo como organizou o seu currículo, se é de fácil leitura, se tem erros ortográficos e ao nível da gramática.

Por isso, faça-se notar pelas suas qualificações, experiência e competências face às necessidades do mercado de trabalho.

1. Equipare o seu currículo à oferta de emprego

Quanto mais o conteúdo do seu currículo corresponder à oferta de emprego publicada, maiores são as hipóteses para si. Por exemplo, se a oferta indicar que precisa de ter cinco anos de experiência em determinada área, certifique-se que está implícito no seu currículo.

Se tem três anos de experiência no último trabalho e dois no anterior mencione esses dados, assim o técnico de recrutamento terá uma maior noção da sua experiência. Coloque essa informação no Resumo do Perfil e no resumo das suas qualificações.

2. Apresente aquilo que já alcançou tendo em conta o que o recrutador procura

Se na oferta de emprego estiver a indicação que a empresa procura um candidato com experiência em marketing e redes sociais na área da moda, certifique-se que refere essa informação no seu currículo.

Na secção onde descreve a sua experiência profissional destaque também as realizações específicas de cada trabalho, como por exemplo o aumento de 80% das vendas de produtos como um resultado de marketing e redes sociais.

Quanto mais realizações colocar de forma a destacar o sucesso profissional e que esteja relacionado com a oferta para a qual se esta a candidatar, maior são as hipóteses de captar o interesse do entrevistador para voltar ao contacto.

3. Não faça só uma lista de competências, indique como as utilizou

A maioria dos candidatos incluem nos seus currículos as competências necessárias para o emprego, mas o grande erro está na forma como colocam a competências usadas. Vejamos, um emprego pode exigir que tenha conhecimentos de Photoshop e pode indicar que tem esse conhecimento, mas para o técnico de recrutamento não avança muito.

Ao indicar que usou esta ferramenta para restaurar fotografias antigas, criar cartazes publicitários ou corrigir a iluminação, está a fornecer ao técnico outra perspetiva sobre as suas capacidades.

 

Agora já sabe, sempre que questionar quais as informações que deve incluir no seu currículo, tente perceber quais são as necessidades e desejos das empresas.

Desta forma, poderá demonstrar a sua experiência profissional, competências e qualificações para emprego em questão. No entanto, conseguirá chamar atenção do técnico de recrutamento se este analisar as informações de uma forma rápida e clara.

Assim conseguirá tomar uma decisão “informada” sobre si e se tem ou não o perfil adequado para a oferta.

 

Fonte: Work it Daily

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*