emprego

Brasilino Godinho entrou para a faculdade… aos 77 anos! Oito anos depois concluiu o doutoramento e agora tem o sonho de arranjar emprego. Brasilino Godinho, de 85 anos, é agora doutorado em Estudos Culturais, onde investigou Antero de Quental, e segue agora, “enquanto ainda há tempo”, para um pós-doutoramento.

Depois de ter entrado para a universidade aos 77 anos, para o curso de Línguas, Literaturas e Culturas e ter concluído o doutoramento, surge agora outra vontade. Toda a vida trabalhou como topógrafo e agora quer arranjar emprego novamente: “não faria sentido que um indivíduo com a experiência como eu, e com a valorização de oito anos académicos, que tudo isto não fosse aproveitado”, afirma. Independentemente de realizar ou não este sonho, não vai parar e segue para o pós-doutoramento.

 

Fonte: TSF