linkedin google plus facebook twitter
Home / Entrevistas / Entrevistas de emprego: quatro perguntas ilegais

Entrevistas de emprego: quatro perguntas ilegais

Entrevistas de emprego quatro perguntas ilegais

Se está à procura de um novo emprego, provavelmente sabe que lhe serão feitas perguntas difíceis durante o processo de entrevistas. Contudo, sabia que existem algumas perguntas que são ilegais e que os recrutadores não podem fazer?

Por exemplo, é proibido fazer questões relacionadas com informações pessoais como por exemplo, raça, género, religião e idade.

No entanto, muitas vezes os recrutadores encontram outras formas, mais subtis, de obter a informação que pretendem fazendo questões mais gerais, mas que façam o candidato fornecer dados mais pessoais.

De seguida apresentamos-lhe, com auxilio do Career Advice Monster, quatro questões frequentes em entrevistas, mas que os recrutadores não deviam fazer.

Quem tomará conta dos seus filhos enquanto trabalha?

Mesmo que tenha partilhado com o recrutador que tem filhos, não existe necessidade de um potencial empregador fazer esta pergunta. A Lei não permite que se tomem decisões de recrutamento relacionada com estereótipos de género – uma mãe teria menos probabilidades de encontrar emprego.

No entanto, não é proibido negar uma oportunidade a um candidato que diga que não tem disponibilidade total por ter filhos, se a função exigir um determinado horário. Neste caso, a decisão é tomada de acordo com restrições profissionais por parte do candidato.

Como fez essa cicatriz ou obteve esse problema físico?

É também proibido por lei discriminar candidatos devido a alguma incapacidade física. Questões relacionadas com características físicas do candidatos são ilegais assim como perguntas relacionadas com algum tipo incapacidade que a pessoa tenha.

No entanto, os recrutadores podem perguntar se está apto a desempenhas tarefas essencial para a função.

Está a planear ter filhos?

Os recrutadores não podem fazer juízos de valor sobre a dedicação de um profissional com base no facto destes ter filhos ou planearem vir a ter. Se o objectivo da empresa é reconhecer o empenhamento do candidato então deverá fazer questões do género “tem outros compromissos que possam interferir com os requisitos para esta função, como por exemplo viajar em trabalho?”.

Outra pergunta a evitar é questionar uma grávida sobre quando nasce o bebé uma vez que discriminar uma candidata com base na gravidez também, não é permitido.

Já esteve preso?

Perguntar directamente se os candidatos já estiveram presos também não é legal. No entanto esta questão pode ser mais complicada.

Existem determinadas funções, com crianças por exemplo, em que a empresa tem que pedir o registo criminal, portanto existem outras formas de contornar esta questão.

 

 

 

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*