fim dos duodécimos

O Parlamento aprovou nesta quinta-feira, 23/11, a proposta do PCP na qual o pagamento dos subsídios de Natal e de férias no setor privado vai deixar de ser pago de forma parcial (em duodécimos) e voltará a ser feito de uma só vez em 2018.

Atualmente, os trabalhadores do setor privado recebem metade do subsídio de Natal até 15 de dezembro e metade do subsídio de férias antes do período de férias, sendo a outra metade de cada subsídio paga em duodécimos no decorrer do ano.

A eliminação dos duodécimos foi aprovada com os votos favoráveis do PCP, PS, BE e CDS. No entanto, o PSD votou contra a eliminação desta medida.

“No ano de 2018, os subsídios de Natal e de férias a pagar aos funcionários públicos e pensionistas, passará a ser feito por inteiro. Subsistir esta regra para o setor privado, cria desigualdades no tratamento dos trabalhadores,” explica o PCP.

 

Fonte: DN