linkedin google plus facebook twitter
Home / Candidaturas / Porque não gosta de escrever cartas de apresentação?

Porque não gosta de escrever cartas de apresentação?

Mid adult woman with headache

Se há uma coisa durante a procura de emprego que aborrece mais os candidatos, provavelmente será escrever a carta de apresentação para acompanhar o currículo. É suposto que seja curta e cativante e ao mesmo tempo deve incluir todos os elementos necessários para que consiga o emprego.

Não é fácil escrever uma carta sem falhar e que ao mesmo tempo demonstre paixão, mas tem que ser feito. Conheça de seguida, algumas razões para não gostarmos de escrever cartas de apresentação, sugeridas pelo Work it Daily:

Gosta de acreditar que é aborrecido

A pior parte de escrever as cartas de apresentação é que pode sentir que é demasiado repetitivo. A tendência é para que sinta aborrecido escrever as mesma coisas uma e outra vez.

Solução: a chave é que se torne mais criativo. Lembre-se, esta é a sua única hipótese para de destacar do resto dos candidatos e levar a sua candidatura a outra fase. Portanto, encare como um desafio, coloque mais energia e escreva cartas cada vez mais personalizadas. Tenha também em consideração que, se sentir aborrecido enquanto escreve, isso vai transparecer na sua linguagem e irá aborrecer também o recrutador.

O nervosismo toma conta de si

Os nervos levam a melhor de si quando se senta para escrever a cartão de apresentação? E se se enganar e escrever algo errado, cometer um erro ortográfico ou soar demasiado desesperado? Com tanto stress é normal que se sinta desmotivado.

Solução: não encare este momento como sendo algo em que a sua vida depende disso. Encare como se estivesse a escrever um e-mail, por exemplo. Assim estará mais calmo e relaxado e mais facilmente compreenderá que não existe nenhuma grande ciência para escrever uma carta de apresentação.

Não gosta de escrever sobre si

Para muitos candidatos, a pior parte de escrever cartas de apresentação é que tem que se gabar e falar sobre si próprio durante todo o tempo. Até pode não ser uma pessoa que o faça regularmente, mas quando está a procura de emprego tem que conseguir enumerar todas as suas competências e realizações de forma cativante.

Solução: Comece por escrever numa folha à parte aquilo que já alcançou e que competências o ajudaram a atingir os seus objectivos. Depois, imagine que é outra pessoa a escrever a carta de apresentação: como se fosse um mentor de si próprio, ou um antigo empregador.

 

 

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*