linkedin google plus facebook twitter
Home / Entrevistas / Entrevistas: 2 perguntas a fazer no final para se destacar

Entrevistas: 2 perguntas a fazer no final para se destacar

 

Uma das coisas que vai querer  numa entrevista de emprego, é que o entrevistador volte ao seu contacto.

Se, para além disso quiser saber outra coisa, será se quer ou não trabalhar naquela empresa – se gosta das pessoas, da cultura e tudo o resto sobre a empresa.

O que não fazer numa entrevista

A maioria das pessoas são prejudicadas nos seus objetivos uma vez que tentam mostrar demais. Embora falar sobre as suas caraterísticas ao entrevistador, poder resultar, não se esqueça que todos fazem exatamente o mesmo. E acaba por ser mais um candidato indiferenciado.

Ao usar esta estratégia, quem o entrevista vai olhar para si como apenas mais um candidato no meio de tantos!

Se está a vender-se a um novo emprego, quer mesmo ser um vendedor de carros usados?

E o que deve fazer

Os profissionais em vendas de produtos e serviços de alto nível, sabem criar uma ligação humana e emocional. Sabem tudo sobre os seus clientes, desde os seus interesses às suas necessidades.

Então faça o mesmo. Se quer ser a escolha desejável para o emprego,  crie uma ligação humana e emocional com o entrevistador.

Como?

Crie uma ligação significativa. Crie um diálogo bidirecional, em vez de apenas responder literalmente às perguntas que lhe colocam.

A maioria dos entrevistadores perguntam sobre o seu o interesse no local de trabalho e porque é que gostaria de trabalhar naquela empresa. Porque não reverter os papéis, e colocar essa mesma questão ao entrevistador? Ou reformular a questão de forma a enquadrar-se no contexto da conversa. Vejamos como o pode fazer:

Pergunta 1: “Por que é que gosta de trabalhar aqui?”

A pessoa que está à sua frente é um ser humano que tem gostos e preocupações, como qualquer outra. Já pensou que se encontrasse o seu entrevistador noutro contexto, certamente iria ter uma conversa normal como não sendo a pessoa que lhe está a fazer a entrevista.

Neste caso também o pode fazer. O entrevistador pode vê-lo com uma pessoa tridimensional. E isso é bom, pois vai permitir uma maior abertura entre ambos, e naturalmente acabará por falar do que gosta, sobretudo a falar mais e a querer voltar a falar consigo.

Se notar que existe uma dificuldade em falar sobre o que gosta e o que não gosta, então pode ponderar se quer ou não trabalhar naquela empresa. São informações sempre importantes.

Pergunta 2: “Estou curioso(a). O que o levou a contactar-me?”

Caso o entrevistador esteja a gastar tempo e recursos consigo, é porque considera que o seu perfil pode corresponder à necessidade da empresa. Se assim for, a resposta só poderá querer dizer duas coisas:

  1. Os seus conhecimento, que o podem ajudar a negociar.
  2. O que gosta sobre si, e o que deve acentuar. Então em vez de passar por apenas mais vai se tornar numa solução necessária.

 

Fonte: Business Insider

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*