A Hays Portugal realizou recentemente um estudo sobre o Mercado de Trabalho no nosso País e foram questionados diversos empregadores relativamente à promoção dos colaboradores.

Segundo o estudo apresentado, a maioria dos casos, mais precisamente 72% dos casos, deve-se à performance do colaborador.

Outros motivos para a promoção dos colaboradores e embora muito abaixo do primeiro lugar são a reestruturação interna da empresa ou a necessidade de motivar o colaborador como também o crescimento da equipa e do negócio.

Existem no entanto outros motivos não menos importantes mas que devem ser referenciados, como é o caso da Equidade interna da equipa, com 18%. Seguida da Antiguidade do Colaborador, ou nos casos em que se tratam de colaboradores muito requisitados no mercado.

Por último e com 8% dos votos, estão os casos em que o colaborador recebeu uma proposta de outra empresa.

Neste estudo pode-se concluir também que existem diferenças regionais quanto às promoções dos colaboradores.

Tudo indica que no Norte e Centro do país, a promoção como fator de motivação do colaborador é o recurso mais utilizado. Assim como a promoção por crescimento de negócio, equidade interna da equipa ou também uma nova proposta ao colaborador parte de outra empresa.

Este são alguns fatores com maior peso a Norte e Centro do que a Sul de Portugal, como podemos verificar na imagem abaixo.

 

Para os inquiridos, as empresas que tenham definido a retenção de talento como uma prioridade, também deverão refletir sobre os fatores como, os prémios de desempenho, comunicação interna e pacote salarial.

 

Veja aqui o Guia Labora completo.