/wp-content/uploads/sites/2/2013/10/sinais-vermelhos.jpg

 

Receber uma proposta de emprego é uma óptima notícia! No entanto, nem todas as propostas de emprego são vantajosas para o candidato, pelo que deve estar atento a todos os pormenores da entrevista e oferta de emprego.

Leia aqui quais os sinais vermelhos a ter em conta na decisão de aceitar (ou não) uma proposta de trabalho, segundo a Money.

1. É para começar a trabalhar “ontem”

Questione-se sempre sobre o motivo pelo qual uma empresa estará com tanta urgência em que comece a trabalhar. Podem estar num aperto, visto que o anterior empregado saiu abruptamente deixando o lugar desocupado e o trabalho e acumular. Por outro lado, a empresa pode estar a demonstrar que não é muito organizada. Pondere se se integraria bem neste tipo de empresa. Lembre-se, também que, se estiver actualmente a trabalhar, será necessário que se despeça com a antecedência mínima de 2 semanas (consulte o seu contrato de trabalho para mais detalhes).

2. A posição tem uma elevada taxa de rotatividade

Se reparou que a empresa anuncia frequentemente para a posição à qual se candidata, é provável que exista uma elevada taxa de rotatividade, isto é, muitos trabalhadores que se despedem e dão lugar a novos trabalhadores. Pode também ouvir dizer que os empregados ficam na função por pouco tempo, ou que já muitas pessoas receberam a proposta de trabalho que está a contemplar.

Deve tentar perceber o motivo pelo qual os seus antecessores não se mantiveram no posto de trabalho. O ambiente de trabalho é mau? É exigido demasiado do trabalhador? As condições de trabalho são más? Uma elevada taxa de rotatividade é, geralmente, um sinal de má liderança e infelicidade no posto de trabalho. Sente-se preparado para estar nesta posição?

3. A lista de funções é bastante superior ao que estava descrito no anúncio de emprego

Durante a entrevista de emprego apercebeu-se de que o cargo a que se candidatou exige a execução de muitas funções que não lhe foram comunicadas anteriormente, e o seu grau de dificuldade é bastante superior ao anunciado? Certifique-se que se sente confortável a fazer mais, pelo mesmo salário que lhe foi inicialmente oferecido, ou se, por outro lado, considera que as exigências da empresa não estão de acordo com os benefícios que tirará do trabalho.

4. O empregador oferece-lhe imediatamente o posto de trabalho

Todos gostamos de receber imediatamente uma proposta de trabalho, e acabar com a ansiedade durante a espera por uma resposta. No entanto, deve tentar perceber o motivo pelo qual a empresa tem tanta urgência em preencher a vaga. Foi a única pessoa entrevistada? Os outros candidatos rejeitaram a posição? Porquê? O empregador decidiu contratá-lo ainda antes de ir à entrevista?

Por norma, os recrutadores gostam de relembrar a entrevista e avaliar calmamente o candidato.

Assim, deve indicar que irá contemplar a oferta e agradecer a oportunidade. Assim que possível, pesquise mais sobre a empresa e o cargo e tente descobrir o motivo para a urgência da empresa em contratá-lo.

5. O entrevistador é desorganizado

O entrevistador não sabia o seu nome? Fez questões que não eram pertinentes para a função a que se candidatou? Não especificou claramente quais as tarefas que são esperadas de si? Um entrevistador desorganizado pode ser sinal de que a empresa é desorganizada.

Para ficar a conhecer um pouco melhor a forma de trabalho da empresa, pode questionar se terá a oportunidade de conhecer os restantes funcionários do departamento. Ao conhecê-los, poderá apurar qual a função que desempenhará na empresa e terá uma oportunidade de conhecer o ambiente de trabalho.

 

Em suma, se o seu instinto lhe disser que algo está errado, provavelmente está. Por muito “desesperado” que esteja para trocar de trabalho, pode simplesmente estar a  passar de uma situação má para pior, pelo que deve ponderar seriamente se vale a pena aceitar a proposta de trabalho. O melhor caminho poderá ser continuar à procura de emprego sem sair do trabalho actual.