A Hays realizou recentemente um estudo sobre o mercado de trabalho em Portugal e elaborou o “Guia Laboral 2017”. Para além de outros dados recolhidos no estudo, tais como prioridades de recrutamento por regiões, tipos de empresas ou perfis mais procurados, outro tema também referido é relativo às competências que as empresas em Portugal mais procuram nos profissionais e se estes estão alinhados ou não com essas necessidades.

Como tal, os empregadores foram questionados sobre quais as características que mais valorizam num candidato.

No total, 59% das empresas valorizam as Competências Técnicas como sendo a primeira característica a destacar-se. No entanto, o resultado da auto-avaliação dos profissionais é de apenas 45% votos.

Outra competência muito valorizada pelas empresas é a proatividade, que se encontra em segundo lugar. Se para as empresas os votos são de 58%, para os profissionais qualificados são de 53% – valores muito aproximados.

Destacamos ainda o trabalho em equipa, que para o empregador apresenta uma importância de 57%. Contudo, na opinião dos profissionais esta competência não é das mais valorizadas.

Mas a competência que provavelmente merece mais destaque é a experiência. Pois, nas autoavaliações realizadas aos profissionais qualificados, 66% afirmam que esta é a competência mais é valorizada. No entanto, apenas 43% dos empregadores a considera como tal.

 

Em suma, características como experiência, capacidade de adaptação ou lealdade, são as competências mais mencionadas pelos profissionais, mas que para as empresas não são tão interessantes ou prioritárias. As competências técnicas, proactividade e trabalho em equipa são as características que os empregadores mais valorizam num candidato.

 

Veja aqui o Guia Laboral completo.