currículo

Quando se inicia um ano novo, muitos candidatos que procuram emprego sentem dificuldades relativamente aos processos de candidatura, pois todos os anos as tendências mudam.

Pode ser bastante frustrante para as pessoas que eventualmente já tinham um padrão no modo de redigir o seu currículo e cartas de apresentação.

Mas se as tendências mudam, devemos acompanhá-las quer gostemos ou não.

Então o que dizem as tendências de currículo para 2018?

É esperado para 2018 currículos simples e documentos curtos. Já não se contratam profissionais que apresentam 5 páginas sobre as suas características ou sobre o que concretizaram.

O tempo é limitado para todos. E há muito para fazer nesse tempo limitado. Ler longos currículos não é de todo um grande passatempo para os recrutadores que querem fazer as coisas rapidamente.

Tendência #1 – Currículos direcionados

A grande tendência do currículo para alcançar o mercado de trabalho não está só no conteúdo, mas também no público.

O que significa que o seu currículo, que eventualmente considerou perfeito, já não é assim tão perfeito quanto isso, principalmente se não o direcionou à pessoa que o irá ler. Pesquise o máximo possível sobre a posição a ocupar como a empresa antes de criar o currículo.

Tendência # 2 – Espaços em branco

Os técnicos de recrutamento podem já ter sido suficientemente bonzinhos ao analisar o seu currículo cheio de informações.

No entanto, em 2018 a falta de espaço em branco num currículo poderá comprometer. Caso um recrutador veja um currículo em que seja difícil “navegar” devido à falta de espaços em branco, poderá ser colocado de parte.

Tendência # 3 – Destaque das conquistas

O resumo e as todas as realizações do seu currículo precisam de dar destaque às conquistas conseguidas até ao momento. As fortes impressões sobre si mencionadas no resumo do currículo ou até nas secções, certamente que o levarão até ao sucesso.

Tendência # 4 – Foco nos Benefícios

Esta sugestão não quer dizer que deve deixar fora do seu currículo toda a experiência. Não se vanglorie sobre si mesmo, mas sim forneça todas as informações úteis sobre os benefícios que pode trazer para a empresa e não o contrário.

Tendência # 5 – Currículos confiscados

Os currículos eram considerados abrangentes há alguns anos atrás e continham toda a informação necessária para o recrutador.

No entanto, nos últimos anos os currículos são analisados em simultâneo com a presença online de um candidato. Assim, as informações que possa ter colocado no seu perfil de Linkedin, por exemplo, são analisadas e comparadas com o seu currículo físico. Se não existir coerência pode mesmo ser um currículo rejeitado.

 

Fonte: Cover Letter and Resume