Já lhe dissemos as 15 palavras que deve usar no seu currículo para causar boa impressão, pois bem, agora vamos-lhe dizer as 15 palavras que não deve incluir no seu currículo:

Melhor da sua geração

Evite frases clichês e estranhas como esta. Quando uma frase se torna muito comum, haverá uma grande probabilidade do recrutador a ignorar.

Pessoa determinada

Este é outro termo demasiado usado. Se a usa para dizer que é uma pessoa com iniciativa, substitua-a por um exemplo, os exemplos são mais poderosos que palavras soltas.

Pensa fora da caixa

Esta frase insere-se no mesmo campo da anterior, é usada frequentemente, então use exemplos – uma ocasião em que teve um pensamento criativo.

Sinergia

Quer fazer sucesso a usar termos que estejam “na moda”? Pode não resultar. Opte por usar verbos mais específicos, como: interagir, cooperar ou colaborar.

Ser o ideal

Em inglês usa-se o termo “go-to person”, ou seja, mostrar que é a pessoa recomendada para determinada situação, aquele que todos procuram quando precisam de algo, porque é a pessoa ideal.

Não use estes termos, dê exemplos em que pessoalmente tomou de liderança em algo.

Pensamento de liderança

Se pretende mostrar que ajudou com diversas ideias para uma organização, use antes verbos de ação, como: influenciar, criar ou desenvolver.

Acrescentar valor

É  sempre bom mostrar como acrescentou valor nos seus empregos anteriores, mas é importante mostrar especificamente como o fez. Inclua números e palavras como: aumentar/diminuir, receita/lucros ou abaixo do orçamento.

Orientado para resultados

À partida este será um ponto comum a todos os candidatos, então substitua esta frase por evidências de como foi bem-sucedido em algum trabalho.

Trabalho de equipa

A expressão usada em todos os currículos, mas é difícil provar. Portanto, em vez que usar esta descrição comum, dê exemplos de momentos em que colaborou com outras pessoas, usando verbos como: cooperar, colaborar ou orientar.

Resultados

Os empregadores vão querer saber sempre de que forma você teve sucesso em empregos anteriores. Então, substitua frases pouco claras como “resultados financeiros”, por números que mostrem a sua ajuda à empresa.

Trabalhador

Não diga apenas que é uma pessoa trabalhadora, prove-o. Mais uma vez, palavras de alção e exemplos específicos são essenciais.

Pensamento estratégico

Esta descrição é muito vaga e não dá ao empregador a ideia do que você trará à empresa. Explique como uma pensamento estratégico seu ajudou a resolver um problema no trabalho, isso tornará a ideia mais clara.

Dinâmico

Este adjetivo descreve a sua personalidade e não a sua ética no trabalho ou habilidades. Não há forma de no seu currículo mostrar que é uma pessoa dinâmica, mas em entrevista o recrutador poderá reconhecê-lo.

Motivação

Tal como a palavra anterior, qualquer pessoa pode usar esta palavra no currículo, mas não haverá exemplo disso. Pode usar exemplos de associações profissionais em que participou ou um projeto que desenvolveu.

Atento a detalhes

Este é um dos piores erros que se comete ao criar um currículo. Em vez de o dizer, opte por criar um currículo bem organizado, isto irá mostrar que é atento a detalhes.

Fonte: The Balance Careers