7 razões para estar insatisfeito no trabalho – e como resolver

Acorda domingo de manhã já com o pensamento de que tem que ir trabalhar no dia a seguir? O pensamento de chegar à empresa dá-lhe um nó no estômago? A sua insatisfação no trabalho está a afectar a sua vida pessoal? Então pode ser altura de mudar.

Antes de mais, a primeira coisa a fazer é identificar o problema. Conheça aqui algumas razões para se sentir insatisfeito e algumas dicas para mudar a situação:

1. Não se sente desafiado

Quando não é desafiado no trabalho, é provável que se comece a sentir mais aborrecido e menos envolvido e motivado. Se sente que não está a aproveitar o seu máximo potencial procure novos projectos que possa enfrentar. Assuma novos projectos, apresente ideias inovadoras e voluntarie-se para mais oportunidades.

Seja proactivo a encontrar novos desafios.

2. Sente-se sobrecarregado

Por outro lado, sentir-se insatisfeito no trabalho, também pode significar que está sobrecarregado o que pode resultar em demasiado stress, ansiedade e maior irritação.

Se sente que não tem tempo suficiente para terminar todas as tarefas, pense em formas de rentabilizar melhor o seu tempo e as coisas que tem que fazer. Por vezes, tudo o que precisa é de aprender a organizar-se melhor. Aprenda também a dizer “não” e a delegar tarefas.

3. Sente que não está a evoluir

Sente que não tem aprendido nada novo? Os seus colegas têm progredido e mantém-se na mesma posição? Então pode ser altura de tomar a iniciativa e aprender coisas novas. Existem alguns sites gratuitos onde pode adquirir muitas competências novas.

Se não está a acompanhar a evolução da empresa e não se mantém actualizado relativamente às tendências do sector, então corre o risco de ficar para trás. Também lhe cabe a si aprender coisas novas e aspirar ser um profissional melhor.

4. Trabalha em projectos que não o motivam

Ao longo da vida profissional (e pessoal) muitas vezes temos que fazer coisas que não gostamos. Por exemplo, pode não gostar de falar ao telefone mas no seu dia-a-dia pode ter que falar com clientes de vez em quando. No entanto, é importante que vá além dos seus limites e que saia da sua zona de conforto.

Contudo, se passa a maioria do tempo a trabalhar em coisas que não o estimular, pode ser desmotivador. Para inverter esta situação, pense em formas de passar mais tempo em projectos que o motivam: fale com o seu superior e voluntarie-se para este tipo de trabalho.

5. Não gosta do ambiente de trabalho

Até pode não se aperceber mas o seu ambiente de trabalho por afectar o seu bem-estar. Por exemplo, se tem uma personalidade mais introvertida e trabalha um espaço aberto e barulhento pode distraí-lo e contribuir para se fique mentalmente exausto – o que pode ter um impacto negativo na sua performance.

Quando trabalha num ambiente que, para si, é desconfortável torna-se menos produtivo e, por consequência, mais insatisfeito. Por isso é tão importante que, por um lado, entenda que tipo de ambiente é adequado à sua personalidade e, por outro lado, faça o trabalho e casa e pesquisa a empresa de antemão para saber o que pode esperar.

6. Não se dá bem com ninguém

Se tem um trabalho a tempo inteiro, provavelmente passa cerca de 40 horas por semana a trabalhar – o que é muito tempo. Se passa demasiado tempo isolado, com pouca interacção social ou sem amigos no trabalho, pode levá-lo a uma sensação de solidão ou até mesmo depressão.

Faça um esforço para construir relações pessoais no local onde trabalha. Seja simpático e prestável e esforce-se para conversas nos momentos de pausa.

7. Tem um ambiente de trabalho “tóxico”

Trabalhar num ambiente “tóxico” pode ter um impacto negativo tanto na sua vida pessoal como profissional. Avalie o que se passa na sua empresa. Existem demasiados boatos e mexericos? Tem uma má relação com o seu chefe? Não existe uma boa relação entre colegas? Estes são apenas alguns sinais de um mau ambiente e que o podem tornar num profissional insatisfeito.

Se está nesta situação, primeiro que tudo tente falar com as pessoas em questão e resolver os conflitos a bem. Se afecta o seu desempenho profissional, deixe isso bem esclarecido. Se a situação continuar transmita-a a alguém superior.

Caso a situação não se altere se forma nenhuma, talvez seja altura de considerar procurar uma nova oportunidade.

Fonte: Career HMO