Com a pandemia da Covid-19, a maioria das pessoas está a trabalhar a partir de casa, ou continua a exercer as suas funções no local de trabalho ou já estavam desempregadas na altura em que ocorreu esta situação. Muitos trabalhadores receiam ficar sem emprego nos próximos tempos, e quem está desempregado está a pôr em causa se vale a pena continuar a candidatar-se e a enviar currículos.

A realidade atual

A verdade é que neste momento estamos todos infetados com o vírus da ansiedade – trabalhadores e empregadores.

Algumas empresas estão a decorrer normalmente porque o seu setor está estável nesta época em especial, outras estão a enfrentar uma época dura e estão a parar os seus processos de recrutamento.

No entanto, ainda existem diversas empresas que conseguiram adaptar-se a esta situação em particular e recorreram ao teletrabalho – permitindo ao seus colaboradores trabalhar de casa e recrutar novos profissionais para trabalharem da mesma forma.

Atualmente, o Alerta Emprego permite-lhe pesquisar oportunidades profissionais com a possibilidade de trabalhar a partir de casa. Conheça todas as ofertas disponíveis.

“Será que que deve continuar a candidatar-se?”

A resposta é: Sim, absolutamente! Mas terá de mudar a sua abordagem.

As entrevistas de emprego vão passar a ser virtuais, por isso prepara-se. Vai ser necessário testar os seus equipamentos e plataforma – como o Skype que é uma das plataformas mais comuns. Não espere até ter uma entrevista marcada para o fazer. Vai ter de testar a iluminação do espaço e o som do computador (e talvez uns fones com microfone).

Apesar de se sentir tentado a enviar currículos em todas as direções, aconselhamos a que não o faça. Todas as suas candidaturas devem estar adaptadas e direcionadas para o cargo a que se está a candidatar – por isso dedique algum tempo a melhorar o seu currículo e a analisar o que realmente é relevante.

Além desta transição para entrevistas por videochamada e personalização de todas as suas candidaturas para mais qualidade, os tempos atuais exigem também coragem e paciência.

Nestes tempos de desespero, a sua única opção passa por respirar fundo e abordar a sua procura de emprego da melhor forma possível, tendo em consideração a má fase que as empresas estão a atravessar. Não vai ser algo rápido, mas há uma vaga prestes a abrir para a qual deverá fazer os possíveis para a conseguir conquistar.

 

Fonte: The American Genious