redes sociais

As redes sociais desempenham uma parte muito importante na procura de emprego. Ajudam os recrutadores a conhecer melhor o candidato, ao mesmo tempo que permitem ao candidato saber mais sobre a empresa.

No entanto, este tipo de sites também pode fazer com que o candidato seja rejeitado. Siga as instruções abaixo para evitar esta situação.

Redes sociais – Dos:

  • Faça uma pesquisa no Google pelo seu nome. Se encontrar algo que possa prejudicar a sua candidatura, retire-o da Internet. Por outro lado, se não se encontra facilmente no Google, deve repensar a sua estratégia de SEO (Search Engine Optimization).
  • Afirme-se como especialista através da partilha de conteúdos relacionados com a sua indústria. Pode, inclusivamente, criar um blog e escrever artigos relevantes.
  • Utilize as redes sociais para fazer networking. Estabeleça e mantenha contactos com ex-colegas, amigos e familiares que podem ajudá-lo a encontrar um emprego. Também pode conectar-se com um potencial empregador através de conexões em comum – envie-lhe uma mensagem privada para se destacar dos demais candidatos.
  • Utilize os seus perfis das redes sociais para dar a conhecer a sua procura de emprego. Algum dos seus amigos/conhecidos pode estar a par de um emprego que se adequa ao seu perfil.
  • Coloque o seu CV à disposição dos recrutadores através das redes sociais (em especial o LinkedIn).
  • Junte-se a grupos de profissionais no LinkedIn e Facebook, e siga influenciadores no Twitter.
  • Mostre a sua personalidade e o tipo de actividades que gosta de fazer nos tempos livres.
  • Pesquise informação sobre potenciais empregadores e a sua cultura empresarial.
  • Controle de perto as publicações que os seus amigos fazem sobre si/ no seu mural. Cuidado com fotografias em festas, comentários desapropriados, entre outras publicações “preocupantes”.

Redes sociais – Don’ts:

  • Não fique à espera que um emprego “caia do céu” porque escreveu nas redes sociais que precisava de trabalho. Em vez disso, procure diariamente emprego em sites especializados.
  • Não publique conteúdo polémico. Posts sobre religião, política, sexo e consumo de álcool ou drogas têm um efeito negativo na sua candidatura. Sabia que 69% dos empregadores já rejeitou um candidato por causa das suas publicações nas redes sociais?
  • Não fale negativamente sobre o seu empregador anterior.
  • Evite utilizar fotografias pouco sérias no seu perfil do LinkedIn.
  • Não utilize nomes diferentes nas várias redes sociais – o empregador deve ter facilidade em encontrá-lo em todas as redes.
  • Não deixe de actualizar os seus perfis – mesmo depois de encontrar emprego.
  • Não escreva em “modo SMS” ou com erros ortográficos.

 

Saiba como tirar o máximo partido das redes sociais enquanto procura emprego e ganhe vantagem sobre os demais candidatos.