demasiado qualificado

É frustrante quando um profissional ganha o rótulo de “demasiado qualificado”. Se tem experiência, como é que as empresas não valorizam isso? Bem, sabemos que a procura de emprego não é igual há 20 anos atrás. Como tal, apresentamos-lhe 3 coisas que precisa de saber para conseguir encontrar emprego quando é marcado como demasiado qualificado.

#1: É preciso mais do que experiência para conseguir um emprego.

Até pode ter muita experiência em determinadas funções, mas o que isso lhe vale se não tiver as competências actualizadas? O mundo é bastante acelerado e se quer encontrar emprego tem que o acompanhar. Descubra onde quer desempenhar funções e inicie com as competências que se enquadram na área. Pense nas tecnologias que eventualmente pode usar e nas tarefas que tem que concluir assim como os projetos que pode terminar.

#2: Ninguém paga por excesso de serviços – especialmente as empresas.

A verdade é que o salário que recebia no seu antigo emprego não irá ser igual. As empresas procuram candidatos com habilidades que necessitam mas a baixo custo – pagar mais por alguém que pode desempenhar as mesmas funções não é atrativo para empresas. É preciso entender que hoje em dia os salários são muito competitivos para determinadas funções, como tal, deve encontrar formas de se “vender” de forma eficaz. As empresas precisam de justificar o salário que está a pedir, por isso faça distinguir-se dos outro candidatos.

#3: Não é uma questão de idade, mas sim de estratégia

Não podemos mudar a nossa idade, mas podemos mudar a forma como procuramos emprego. Como já referido, a procura de emprego modificou-se drasticamente nos últimos 10 anos. Se realmente quer destacar-se dos outros candidatos e obter mais entrevistas, então precisa de abandonar as antigas estratégias e adaptar as novas.

 

Fonte: Work It Daily