Trabalhar a tempo inteiro, no típico emprego das 9 às 5, pode tornar-se bastante desgastante e não deixar muito tempo para atividades paralelas.

Se sempre sonhou em começar a sua própria empresa, mas nunca teve disponibilidade para investir no seu arranque, trazemos agora algumas dicas sobre como começar um negócio sem deixar o emprego.

Caso se sinta inspirado ou inspirada pelo trabalho de estúdios de fotógrafos, designers, programadores, empresas de gestão de condomínios ou tantas outras atividades demais, procuramos ilustrar como pode equilibrar o seu trabalho como assalariado com uma nova e entusiasmante atividade como empreendedor/a.

Como começar um negócio enquanto trabalha: dicas fundamentais

1 – Encontre tempo no seu dia

Apesar de um emprego em full time e potenciais obrigações familiares poderem tomar conta de grande parte do seu tempo livre, é importante saber equilibrar as horas sobrantes no seu dia. Porque não investir parte do tempo normalmente utilizado para fins recreativos para começar um negócio?

Tempos livres são essenciais para desanuviar, mas o tempo que passamos em frente a ecrãs – do computador, smartphone ou da televisão – poderia ser parcialmente investido neste novo projeto.

Um uso eficiente do seu tempo irá dar-lhe mais tempo útil. No nosso dia-a-dia desperdiçamos tempo em imensas pequenas distrações, como múltiplas visitas a redes sociais ou pausas longas entre tarefas. Maximizar o tempo útil poderá ser uma ajuda imprescindível.

2 – Recorra a ética na aplicação do seu tempo

Se procurar começar um negócio próprio é importante compreender, antes de tudo, se existe algo no seu contrato de trabalho a tempo inteiro que possa sugerir um conflito de interesses.

É igualmente fundamental estabelecer uma clara separação entre o tempo dedicado à empresa onde trabalha e o tempo dedicado ao desenvolvimento do seu negócio, para que mais tarde não possa encontrar complicações jurídicas. Tal implica não usar tempo da empresa ou recursos da empresa, como computadores ou até clientes, para investir no seu negócio próprio.

Uma separação das águas irá garantir maior produtividade em ambos os campos e maior ética profissional.

3 – O tempo dedicado deve ser ininterrupto

Mesmo que apenas disponha de uma ou duas horas por dia para trabalhar no seu negócio próprio, é importante que durante esse período não perca o foco.

É essencial que apenas uma tarefa seja feita de cada vez, tendo em conta que cada vez mais se considera que o multitasking é inimigo da perfeição. A sua produtividade depende largamente desta capacidade de auto-controlo.

Encontrar a concentração necessária passa pela redução das distrações. Por exemplo, deverá garantir o máximo de conforto no seu espaço. Escolha uma cadeira confortável, mantenha comida por perto e evite ter dispositivos eletrónicos que possam ser fontes de distração por perto. Use headphones para se isolar de potenciais ruídos.

Alguns métodos que podem parecer antiquados, como fazer listas ou temporizar o seu tempo útil de trabalho, poderão ajudar a manter a produtividade.

4 – Não descure o seu sono

Neste jogo de equilíbrio entre tempo passado num emprego a tempo inteiro, tempo dedicado a fins recreativos e tempo gasto no seu novo negócio, é essencial não relegar para segundo plano as suas horas de sono.

Uma noite mal dormida – ou múltiplas – apenas irá reduzir a sua capacidade de concentração e, como consequência, a sua capacidade de produzir valor.

5 – Defina Objetivos S.M.A.R.T

Descobrir como começar um negócio é também entrar num mundo que se rege por um conjunto de práticas.

Uma boa prática, essencial para qualquer negócio – pequeno ou grande, recente ou experiente –  passa por definir metas e objetivos. Os nossos objetivos devem ser preferencialmente S.M.A.R.T – Específicos, Mensuráveis, Alcançáveis, Realistas e Limitados no Tempo.

Neste cenário em que está a começar uma nova empresa enquanto tem uma ocupação full-time, ter objetivos concretos é importante para que consiga avançar para novas etapas e manter a motivação.

6- Aposte no Digital

No mundo de aceleração digital que habitamos, há cada vez mais ferramentas à disposição daqueles que procuram descobrir como começar um negócio próprio. Áreas como Gestão de Redes, Marketing Digital ou Web Design começam a ser mais acessíveis – e são todas elas essenciais para se posicionar no mercado.

Há inúmeras formações e cursos online que lhe permitirão saber tudo o que precisa para começar uma empresa e promovê-la sem muitos funcionários, a partir do conforto da sua casa. Poderá inclusive investir tempo nestes recursos depois do seu dia laboral.

Uma presença digital é imprescindível, pois permite ao seu negócio crescer muito mais depressa e envolve custos baixos caso aprenda a maximizar o seu investimento publicitário.

É também no digital que poderá manter um canal de comunicação ativo, algo cada vez mais valorizado hoje em dia e que conseguirá gerir nas horas livres.

7 – Considere o Outsourcing

Embora seja verdade que no mundo online se consigam aprender inúmeras novas competências, é ainda assim essencial para a saúde do seu negócio, ou pelo menos para o seu rápido desenvolvimento – especialmente tendo em conta que tem poucas horas livres por dia – que considere a terceirização de certas tarefas.

Ou seja, se não souber como fazer certas tarefas fundamentais – criar o seu site, otimizar as suas campanhas pagas ou criar uma newsletter para clientes – porque não investir em serviços externos que cumpram os seus objetivos?

O trabalho de freelancing, associado também à carreira emergente de Assistentes Virtuais, permite contratar mão-de-obra especializada para tarefas isoladas a custos relativamente baixos.

8 – Tire o máximo proveito de horas flexíveis

A segunda década do Século XXI trouxe um aumento significativo do teletrabalho, em Portugal e no mundo. Trabalhar a partir de casa apresenta, como consequência frequente, a hipótese de flexibilizar o seu horário.

Estas novas condicionantes são ótimas notícias! Como começar um negócio sem deixar o emprego torna-se uma questão cada vez mais fácil de responder, à medida que muitos trabalhadores de escritório se encontram com mais liberdade temporal. Esta liberdade traduz-se em maior motivação e controlo.

A Zaask, o marketplace de serviços líder na Península Ibérica, torna significativamente mais eficiente o processo de contratação de serviços, facilitando assim que clientes e empresas encontrem profissionais de qualquer sector que os ajudem a fazer acontecer. Ao mesmo tempo, é uma ferramenta para que profissionais, freelancers e PMES, de todas as áreas, possam aumentar o seu volume de negócios.