A maioria das pessoas não tenta parecer rude – mas por alguma razão, as pessoas não se apercebem como as suas ações são entendidas pelas outras pessoas. Isto pode levar a um abrir de olhos assim que são confrontados com as consequências do seu comportamento.

Uma das situações em que não deve parecer desrespeitoso é durante uma entrevista de emprego. O objetivo é encantar e impressionar o recrutador, não deixá-los mal impressionados com o seu mau comportamento.

Conheça neste artigo alguns comportamentos particularmente imprudentes que deve evitar numa entrevista de emprego:

1. “Já estava à espera à algum tempo”

É compreensível que seja um transtorno o recrutador mantê-lo à espera depois da hora da entrevista. Dito isto, não recebe pontos a seu favor se queixar-se do tempo de espera.

2. “Olá! Eu sei que estou atrasado, mas…”

Sim, é um pouco dois pesos, duas medidas quando o candidato não pode chegar atrasado à entrevista, enquanto que o recrutador pode fazê-lo sem consequências. Mas neste caso, o recrutador é quem, tipicamente, detém o poder, por isso nem pense demasiado no assunto.

Assegure-se que consegue estar a horas na entrevista – mesmo que signifique chegar mais de meia hora antes e esperar num café perto do local.

3. “O que acontece se não me der bem com o meu patrão ou colegas?”

Isto não fá-lo parecer necessariamente rude, mas não são palavras convincentes para o recrutador o contratar. É uma questão desajustada. O entrevistador pode assumir que é uma pessoa mal-educada e incapaz de trabalhar em equipa.

4. “É casado? Tem filhos? Qual é a sua idade?”

Nunca coloque questões de carácter pessoal ao recrutador. Nem pense no assunto.

5. “Eu ouvi este rumor sobre o patrão. É verdade?”

Tal como as questões de nível pessoal, jamais deve trazer os rumores que ouve para uma entrevista de emprego. Este comportamento apenas revela a sua falta de profissionalismo.

6. “Quem devo evitar por aqui?”

Não se deixe envolver no drama existente no ambiente de trabalho antes de sequer entrar no escritório. Isto apenas demonstra que é uma pessoa mesquinha.

7. “O que é que a empresa faz?”

Realmente não conseguiu pesquisar sobre a empresa no google? Questões como estas apenas vão mostrar a sua falta de preparação e consideração.

8. “Eu não tenho fraquezas”

Tem sim, todos temos fraquezas. Afirmar que não tem pontos fracos vai passar uma imagem de arrogante para o recrutador, que mentalmente irá riscá-lo como candidato.

9. “F*****, M****, C******, etc”

Aguente os palavrões. Este tipo de linguagem apenas o vai afastar da competição, o que significa que não vale a pena esperar por uma resposta positiva por parte da empresa após este comportamento.

10. “Como é que me saí? Consegui o emprego?”

Uma questão destas coloca o recrutador numa situação constrangedora. Se realmente pretende algum feedback, aguarde por receber a proposta ou a rejeição, e só depois pode questionar por email o que fez de bem e o que pode melhorar.

11. “Eu acho que esta é a grande falha da sua empresa”

É de valorizar o facto de trazer para a mesa novas ideias para melhorar o funcionamento da organização. Mas tente manter um tom e uma postura positiva, ou o recrutador pode ficar com dúvidas em relação à sua contratação.

12. “Desculpe, mas preciso mesmo de atender esta chamada”

Não, é que não há mesmo desculpa para tal situação ocorrer.

13. “Eu só preciso de trabalho”

Contenha o seu “entusiasmo”, a sério. Isto pode ser verdade, mas admiti-lo ao recrutador é um grande erro.

14. “Olá, comecemos agora a entrevista”

Não entre e comece logo a conversar. É compreensível que possa estar nervoso e que só queira despachar a entrevista, mas não se esqueça de se apresentar primeiro.

15. “Desculpe, mas tenho mesmo de sair”

Jamais deve deixar outros compromissos afeter o decorrer de uma entrevista de emprego. Se tens planos marcados, apenas certifique-se que não é no mesmo dia da entrevista.

16. “Gostava de tomar um café/uma água/um chá, etc”

Se o recrutador lhe oferecer, tudo bem, pode aceitar ou pedir algo dentro desse género. Só não se esqueça de dizer “por favor”“obrigado”. Aliás, é essencial demonstrar as suas boas maneiras durante uma entrevista.

17. “Eu…eu…eu…”

Sim, as entrevistas de emprego são para debater sobre si próprio e as sua competências. Dito isto, é essencial manter o seu foco na forma como pode ajudar a empresa. A conversa deve estar sempre voltada para esse objetivo.

18. “O escritório não é o que pensava”

Está presente na entrevista como um candidato, não como um crítico de decoração de interiores. Não insinue ou demonstre que está descontente ou mal impressionado.

19. “Como é que conseguiu este emprego?”

Não vai querer dizer nada que possa ser considerado condescendente para a pessoa que está à sua frente e que tem a palavra final sobre a sua estadia na empresa: se é breve ou para durar.

20. “Acredita nestas eleições? Em quem votou?”

Deixe as políticas fora da sua entrevista. Nunca são um bom tema de conversa. Se o recrutador mencionar o assunto, tente ao máximo mudar de tema.

21. “Mano/Querida/Meninas/”

Esta pode ser uma moeda de duas faces. Algumas pessoas não se importam de todo de serem chamadas de “mano” ou “meninas”. Por outro lado, existem pessoas que detestam esta abordagem. Provavelmente o melhor aqui é errar com cautela, para que não pareça depreciativo ou desrespeitoso.

22. “Não é assim que costumo fazer”

Se começar a falar sobre os mínimos detalhes do seu novo emprego, evite passar uma imagem de superioridade e que tem mais conhecimentos que as outras pessoas no escritório. Criticar a forma como a empresa opera vai decerto deixar o recrutador mal impressionado.

 

Fonte: Business Insider