linkedin google plus facebook twitter
Home / Curriculum Vitae / Currículos: tendências para 2016

Currículos: tendências para 2016

Currículos tendências para 2016.jpg

De acordo com um estudo publicado pela Microsoft em Maio deste ano, ao longo dos anos prestamos menos atenção à informação que nos chega.

Assim, no que toca à procura de emprego, o que é que esta alteração significa? Significa que os tempos estão a mudar e portanto deve actualizar o seu currículo de acordo com as tendências.

Com a ajuda do Careerealism reunimos uma lista de alterações que deve aplicar ao seu currículo, de acordo com as tendências previstas para 2016.

1. Seja breve e conciso

Quando está a escrever o seu currículo faça todas as palavras contarem. Ou seja, não utilize frases que não têm significado e que não são relevantes. Pode optar por destacar palavras-chave a negrito ou com outras cores. Evite utilizar demasiados detalhes e utilize frases curtas para comunicar as suas principais competências.

2. Seja um escritor implacável

Crie um currículo super completo e depois vá editando até ficar mais resumido. Depois volte a ler e continue a cortar ainda mais informação. Vá-se perguntando se a informação é relevante para a sua candidatura. Caso não seja, retire essa informação.

Avalie todo o conteúdo, cada palavra e relembre-se do ponto anterior: seja breve e conciso.

3. Facilite leituras rápidas

Escreva para pessoas que lêem os documentos na diagonal. Muitos recrutadores apenas lêem os títulos e principais tópicos do seu currículo. Daí ser tão importante destacar as palavras-chave.

Ao redigir a sua carta de apresentação, comece com a informação mais relevante e deixe a informação secundária para o fim do texto.

4. Referencie momentos de sucesso

Partilhe com o recrutador situações em que tenha enfrentado novos desafios, o que fez para encarar esses desafios e qual o resultado dessa situação, evidenciando os aspectos positivos.

São estes momentos que o irão distinguir dos restantes candidatos. Mantenha-se conciso.

5. Utilize imagens

90% da informação transmitida para o nosso cérebro é visual. Conseguimos processar imagens muito mais rapidamente do que texto. Utilize imagens, gráficos, mapas, infografias e apresentações sempre que possível.

6. Crie uma marca pessoal

Ao escrevermos o nosso currículo, geralmente temos a tendência de ficar agarrados à ideia de que a nossa marca pessoal está totalmente relacionada com as palavras que utilizamos – e também está! Contudo, é também necessário comunicar a nossa marca de forma visual.

7. Escreva frases curtas

Com a utilização das Redes Sociais, hoje em dia temos tendência em comunicar com frases mais curtas. E quanto menos palavras utilizarmos, mais hipóteses temos de cativar a atenção de quem está a ler.

Escrever frases no currículo com poucas palavras é uma estratégia cada vez mais importante. Considere o que é essencial e o que é dispensável.

8. Faça referências a dinheiro

Explique de que forma os seus contributos tiveram impacto nas finanças da empresa. Se for relevante, fale também de aspectos pessoais em que poupou, contribuiu ou ajudou alguém nesse processo.

9. Faça um currículo infográfico

Currículos infográficos estão a ser cada vez mais utilizados. São uma boa forma de se destacar pois são visualmente mais atractivos.

Tenha em atenção que este tipo de CV não é adequado a todas as profissões ou empresas. Contudo, funcionam muito bem em áreas como o marketing, vendas, tecnologia, comunicação e gráficas. Esta estrutura também se aplica a empresas inovadoras, pequenas organizações e start-ups.

 

 

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*