14 truques psicológicos para arrasar na entrevista

Apesar do que, por vezes, possamos sentir, os entrevistadores são pessoas tal como nós: estão susceptíveis às mesmas preferências e preconceitos que as restantes pessoas.

Por este motivo, para o ajudar a “entrar” na cabeça dos entrevistadores e a aprender aquilo que eles esperam encontrar num candidato, reunimos uma lista de estratégias – baseadas em factos científicos – para o ajudar a ser mais agradável, competente e a despertar o interesse dos recrutadores em si.

1. Agende a entrevista por volta 10h30, numa terça-feira

A melhor altura para agendar a entrevista, será o momento que for melhor para o entrevistador e não para o candidato. Assim, se a empresa for flexível com a escolha do horário, pergunte se pode ser por volta das 10h30 de terça-feira: é o horário em que existe maior probabilidade do entrevistador estar mais relaxado.

De uma forma geral, deve evitar encontros demasiado cedo, pois o recrutador pode estar preocupado com as coisas que tem que fazer pela manhã. Reunir demasiado tarde também não deve ser uma opção, pois o entrevistador pode já estar a pensar no que tem que fazer em casa.

2. Não vá a entrevista no mesmo dia que os candidatos mais fortes

Estudos demonstram que os entrevistadores baseiam as suas avaliações individuais tendo em conta os restantes candidatos entrevistados no mesmo dia.

Candidatos que são entrevistados depois de outros candidatos fortes, recebem normalmente avaliações inferiores ao esperado. Por outro lado, aqueles que são entrevistados depois de candidatos menos qualificados, recebem uma avaliação mais alta.

Assim, se tiver algum conhecimento sobre os outros candidatos e sobre a data de entrevista, escolha uma hora depois das pessoas menos qualificadas.

3. Combine a cor da sua roupa com a imagem que pretende transmitir

Um outro estudo chegou à conclusão que diferentes cores de vestuário transmitem diferentes impressões:

  • 23% dos entrevistadores recomendar usar azul – significa que o candidato sabe trabalhar em equipa;
  • 15% dos entrevistadores recomendam usar preto – sugere potencial de liderança;
  • 25% dos entrevistadores consideram o laranja a pior cor para usar – sugere que o candidato é pouco profissional.

Significado de outras cores:

  • Cinzento: lógico/analítico;
  • Branco: organizado;
  • Castanho: seguro;
  • Vermelho: confiante;
  • Verde, amarelo ou roxo: criativo.

4. Adapte as suas respostas à idade do entrevistador

Pode aprender bastante sobre o entrevistador e sobre aquilo que pretende ouvir com base na sua idade. A sua postura na entrevista deve variar consoante a geração da pessoa que está a recrutar. Por exemplo:

  • Entre 20 e 30 anos: mostre exemplos gráficos e visual do seu trabalho com destaque para a sua capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo;
  • Entre 30 e 50 anos: destaque a sua criatividade e mencione como o seu equilíbrio entre a vida pessoal e profissional contribui para o seu sucesso;
  • Entre 50 e 70 anos: prove que gosta de trabalhar no duro e demonstre respeito por aquilo que a empresa já alcançou;
  • Entre 70 e 90 anos: mencione a sua lealdade e compromisso nas suas funções anteriores.

5. Mantenha as mãos na posição correcta

Os movimentos que faz com as mãos contribuem bastante para a postura que transmite numa entrevista de emprego. Geralmente, mostrar as palmas das mãos indica sinceridade, enquanto que pressionar as pontas dos dedos indica confiança.

Por outro lado, ter as palmas das mãos para baixo pode transmitir uma atitude dominadora. Esconder as mãos também não é aconselhado uma vez que dá a entender que tem algo a esconder. Bater com as pontas dos dedos indica impaciência e fazer demasiados motivados pode ser um factor de distração.

6. Encontre algo em comum com o entrevistador

Temos tendência a simpatizar com pessoas que têm atitudes semelhantes às nossas. Tente saber mais sobre o entrevistador e encontre coisas que tenham em comum.
Assim, na entrevista terá algo para referir que o ajudará a criar empatia.

7. Imite a linguagem corporal do entrevistador

O “efeito camaleão” é um fenómeno psicológico que descreve a forma como as pessoas tendem a gostar de outros indivíduos quando exibem uma linguagem corporal semelhante.

Idealmente, deverá parecer que está a “dançar” com a outra pessoa. Caso contrário parecerá que não está interessado no que o entrevistador está a dizer. Assim, se o recrutador está inclinado para a frente na sua cadeira, com as mãos sobre a mesa, sinta-se à vontade para fazer o mesmo.

8. Mostre respeito e confiança ao mesmo tempo

Muitas vezes o sucesso nos negócios é uma questão de competição e cooperação simultânea.

Numa entrevista de emprego, deve mostrar respeito pelo entrevistador enquanto demonstra auto-confiança. Por exemplo: “Admiro bastante o seu trabalho. Faz-me lembrar o meu trabalho em X”.

9. Refira situações em que tomou a iniciativa

Para impressionar a empresa, deverá falar sobre experiências noutros empregos que a iniciativa partiu de si.

Se conseguir demonstrar de que forma contribuir para um resultado positivo na sua empresa, existem mais probabilidade do entrevistador ficar impressionado.

10. Seja sincero sobre as suas fraquezas

Se lhe fizeram a questões “quais as suas principais fraquezas” o seu primeiro impulso pode ser elaborar uma resposta estratégica para começar a falar sobre as suas qualidade.

Contudo, a melhor opção é responder de forma genuína, como por exemplo: “A minha organização nem sempre é a melhor”. Para além de soar de forma mais honesta, pode deixar o entrevistador mais interessado em si.

11. Fale de forma expressiva

Se pretende soar inteligente, evite falar de forma monótona. De acordo com um estudo “Se duas pessoas disserem exactamente as mesmas palavras, mas uma delas falar de forma ligeiramente mais rápida e mais alto, com algumas pausas e variações no tom, será avaliada como sento mais energética, com mais conhecimento e mais inteligente”.

Deve falar mais depressa ou mais devagar consoante a importância daquilo que diz: quando está a resumir algo deve acelerar o discurso e quando está a dizer algo novo deverá acalmar, para dar tempo ao ouvinte de absorver a informação.

12. Faça contacto visual no primeiro encontro

Não seja tímido. Quando cumprimentar o entrevistador, faça contacto visual.

Estudos comprovam que pessoas que fazem contacto visual de forma constante enquanto estão a falar são consideradas mais inteligentes do que aquelas que desviam o olhar.

13. Seja agradável e assertivo em simultâneo

Estar ansioso pode torná-lo menos assertivo e fazer com que o seu raciocínio esteja mais lento. Falar devagar pode comprometer as suas hipóteses de conseguir o trabalho, pois pode dar a entender que está com dificuldade em responder às questões que lhe são colocadas.

Se, naturalmente, não é uma pessoa extrovertida, então é importante que “venda” as suas competências.

14. Demonstre o seu potencial

Pode sentir-se tentado a falar sobre aquilo que já alcançou. Contudo, é mais importante que se foque naquilo que pode vir a fazer, caso a empresa o contrate.

De uma forma geral, os recrutadores dão mais importância a candidatos que tenham potencial para alcançar algo, em detrimento daqueles que já alcançaram.

Fonte: Business Insider