Se acha que todas as celebridades foram bem sucedidas desde o início da sua carreira… desengane-se. Nomes conhecidos como Madonna, Walt Disney e Bill Gates também receberam “más notícias”.

Celebridades rejeitadas no início da Carreira

 

Bill Gates

carreira

O dono da Microsoft desistiu da faculdade de Harvard e fundou a empresa Traf-O-Data, que acabou por ir não alcançar o sucesso esperado. Só mais tarde é que Bill Gates conseguiu pôr a sua carreira no bom caminho e tornar-se num dos homens mais ricos do mundo.

 

Madonna

madonna carreira

A Rainha da Pop, que já vendeu mais de 300 milhões de discos, também teve um início de carreira atribulado. Nesta carta, um representante da editora Media Sound, diz-lhe que ainda não está preparada para assinar um contrato.

 

 

Einstein

carreira

A juventude de Einstein foi complicada – só começou a falar aos quatro anos e a ler aos sete. Foi expulso de uma escola e não conseguiu entrar na Faculdade Politécnica de Zurich. Agora, é conhecido como um dos maiores cientistas e como mente brilhante.

 

Oprah

carreira

Oprah começou a sua carreira como repórter num canal televisivo. Como não conseguia separar-se emocionalmente das histórias, acabou por ser despedida. Agora ganha milhões, tem um canal de televisão e uma revista – tudo porque consegue contar histórias de forma emotiva.

 

JK Rowling

carreira

A autora do fenómeno Harry Potter foi despedida do seu emprego na Amnistia Internacional porque escrevia no horário de trabalho. Depois, teve que sobreviver com o subsídio de desemprego e viu as suas obras rejeitadas por dezenas de editoras. Neste momento é uma das autoras mais famosas de sempre, tendo a história do jovem feiticeiro inspirado filmes, parques temáticos, jogos e roupa.

 

Marilyn Monroe

carreira

No início da carreira, agências de modelo disseram a Marilyn Monroe que devia pensar em ser secretária.

 

U2

carreira

Actualmente uma das bandas mais conhecidas, os U2 também tiveram um início atribulado. Esta é apenas uma das várias cartas de rejeição que a banda com mais Grammys recebeu.

 

Michael Jordan

carreira

Este jogador de basketball foi retirado da equipa de basket da sua escola secundária. Mais tarde, veio a dizer: “Eu falhei várias vezes na minha vida. E é por isso que fui bem sucedido”.

 

George Orwell

carreira

O autor de “1984” leu duras críticas – nesta carta é-lhe dito que o seu livro “Animal Kingdom” era uma fábula estúpida,  inútil e aborrecida.

 

 

Tim Burton

carreira

Tim Burton, escritor e realizador de sucessos como “Eduardo Mãos de Tesoura”, “Batman” e “O Estranho Mundo de Jack” recebeu uma crítica de um dos editores da Disney, dizendo que o seu estilo não se adequava às necessidades do Mercado. Burton ouviu e decidiu-se a melhorar – tanto que conseguiu um estágio na Disney pouco tempo depois.

 

The Beatles

carreira

Depois de gravar 15 músicas, a editora Decca Recordings decidiu deixar de trabalhar com os Beatles. As suas palavras foram “Não gostamos do som deles e a música com guitarras está a desaparecer. Eles não têm qualquer futuro na indústria”. Parece que a Decca se enganou…

 

Steven Spielberg

carreira

O realizador de “Jurassic Park”, “A Lista de Schindler” e “MIB – Homens de Negro” foi rejeitado três vezes pela Universidade do Sul da Califórnia para Teatro, Filme e Televisão.

Acabou por entrar noutra faculdade, da qual desistiu antes de concluir o curso. Só após 35 anos concluiu a licenciatura.

 

Andy Warhol

carreira

Em 1956, Warhol ofereceu um dos seus trabalhos ao Museu de Arte Moderna, que decidiu que “não tinha espaço” para ele. Décadas mais tarde, Warhol viria a ter o seu próprio museu e a expor mais de 160 peças no de Arte Moderna.

 

Steve Jobs

carreira

A cara da Apple foi despedida… da Apple. No entanto, em 1977 pediram a Steve Jobs para voltar e salvar a tecnológica que, hoje em dia, é a segunda maior empresa do mundo.

 

Walt Disney

carreira

Em 1919 foi despedido da Kansas City Star porque, segundo o editor, “faltava-lhe imaginação e boas ideias”. O criador do rato animado mais famoso do mundo não se deixou abater e construiu um império à volta da animação.

 

Lição a retirar? Todas as grandes carreiras começaram com uma derrota. Não desista e encontre o seu próximo emprego.