Como se manter saudável durante a procura de emprego

 

Se está desempregado e à procura de trabalho há algum tempo, provavelmente tem algum destes sentimentos:

– Frustração por não ter um emprego.

– Cansaço por ouvir a frase “Já arranjaste emprego?” – a pergunta dos amigos bem-intencionados e familiares.

Sente-se a ficar doente?

A melhor maneira de lidar com esta questão é ter uma abordagem ofensiva e positiva.

Siga estas 6 dicas para se manter saudável durante a sua procura de emprego:

  1. Trate a procura de emprego como um emprego

Programe o despertador, vista-se e vá para o seu “escritório” todos os dias. Não precisa de vestir fato e gravata ou um tailleur, mas pelo menos, lave os dentes, penteie-se e dispa as roupas com que dorme. Dê a entender à sua família que apesar de estar em casa vai estar temporariamente indisponível. Não, você não vai fazer recados, passear o cão de um amigo ou fazer compras para o supermercado (a não ser em excepções de verdadeira emergência ou pré-programadas).

Lembre-se sempre que procurar emprego é muito mais do que enviar CVs!

  1. Agende tarefas

Nada o pode deixar mais doente do que ficar sentado em casa o dia todo a enviar candidaturas online!

Então programe a sua semana desta forma:

Dia um: Pesquise e anote todas as ofertas de trabalho on-line ou outras de que tenha conhecimento.

Dia dois: Faça chamadas telefónicas para os empregadores que solicitam um telefonema ou faça-o caso necessite de mais informações.

Dia três: Apresente-se pessoalmente nos locais de recrutamento, devolva chamadas de empregadores que falaram consigo. Vá a reuniões/ conferências / participe em grupos.

Dia quatro: Pratique as entrevistas; procure novas ofertas de emprego e leia artigos sobre carreiras.

Dia cinco: Actualize os contactos que já fez. Dê continuidade à sua procura de emprego da semana anterior. Faça chamadas aos recrutadores cujas candidaturas estão pendentes.

Dia seis: Ligue para amigos e empregadores que estão a recrutar. Contacte as agências de recrutamento onde está inscrito.

  1. Mantenha os seus amigos e familiares actualizados

Partilhar alguma frustração, é normal, mas não faça com que as pessoas fujam de si quando você aparece! Pense nalgo positivo para partilhar todos os dias, mesmo que seja um breve resumo do último artigo de procura de emprego que leu. Não se disperse em detalhes e não espere ser convidado para alguma coisa. Tenha iniciativa e conviva.

Fale com os seus amigos e familiares e diga-lhes algo como: “Olá, como estás? Eu ainda estou à procura de um trabalho administrativo em Lisboa; se souberes de alguma coisa, lembra-te de mim.”

  1. Esteja aberto à ajuda

As pessoas gostam de se sentir úteis – o que faz com que se sintam bem consigo mesmas. É por isso que, muita das vezes, lhe perguntam como está a correr a sua procura de emprego. Em vez de ficar aborrecido com a pergunta, diga-lhes como eles o podem ajudar. Aproveite para, periodicamente, lhes perguntar se a empresa em que trabalham está a recrutar ou se ouviram falar da possível abertura de novas vagas.

Não precisa de falar com toda a gente. Não há qualquer problema em ser seletivo com as pessoas a quem pede ajuda. Use o bom senso!

Peça opinião a essas pessoas acerca do que acham sobre o que respondeu em entrevistas, sobre o seu CV ou a Carta de Apresentação.

  1. Mantenha-se positivo

Andar cabisbaixo, com ar triste e deprimido, lamentando-se sobre o quão difícil é encontrar um emprego… Bem, isso não é bom para si e não o ajuda em nada!

Ter um horário como o descrito acima vai ajudar.

Para além disso, também pode oferecer-se como voluntário numa organização que ajude os desfavorecidos ou pessoas com deficiência, pode participar num grupo que tenha alguma actividade que lhe agrade ou até inscrever-se on-line num site de citações inspiradoras. Tudo isso vai ajudá-lo a manter uma atitude mais positiva e fazer com que continue activo na sua procura de trabalho.

Veja aqui 10 razões para fazer voluntariado enquanto procura emprego.

também

  1. Tenha um objectivo definido

Mesmo se está à procura de um trabalho qualquer, não permita que este seja o seu objetivo de carreira. Em vez disso, sonhe e planeie os seus objetivos de carreira a longo prazo. Se não tem planos a curto e longo prazo, é difícil perceber se está no caminho certo ou, até, se já lá chegou!

 

Lembre-se destas dicas sempre que se sentir a ir abaixo. Vá em frente e não desista!

Leia o artigo original aqui.