7 hábitos que prejudicam os estudos

A pressão para passar nos exames, o nervosismo e o cansaço podem ser factores que fazem com que o candidato não se consiga concentrar nos estudos.

Para que consiga manter o seu rendimento, o recomendado é que elabore um plano de estudos que estabeleça metas claras e possíveis de serem realizadas durante esse período. Assim, ao concluí-las, sentir-se-á mais motivado e capaz de fazer qualquer coisa.

Leia a seguir sete hábitos comuns que prejudicam a eficiência dos seus estudos, segundo a revista online Exame.com:

1. Estudar com o telemóvel ao lado

Para alguns especialistas, este é o hábito que mais o prejudica, uma vez que existe a tentação de estar constantemente a verificar as novidades (principalmente nas redes sociais) e perde-se o foco no estudo.

2. Esquecer de fazer intervalos

Por mais que algumas pessoas pensem que o melhor é estudar horas a fio, a neurociência discorda. Para dar algum descanso ao cérebro e garantir um melhor rendimento, a dica é fazer pausas de 15 minutos a cada hora de estudo.

3. Estudar num ambiente mal iluminado ou barulhento

Para uma melhor assimilação do conteúdo estudado, o recomendado é estudar num ambiente calmo, silencioso e acolhedor. Mas isto não significa que não deva aproveitar momentos de transporte público, trânsito ou longas filas para estudar. Embora não seja o ambiente ideal, o tempo pode ser utilizado para relembrar o conteúdo.

4. Estudar a mesma disciplina durante todo o dia

Não é a forma de estudo mais eficiente, pois o cérebro acostuma-se a uma única forma de raciocínio. Especialistas aconselham que troque de disciplina após duas ou três horas de estudo para que este seja mais eficaz.

5. Estudar muitos conteúdos diferentes na mesma semana

Por outro lado, estudar muitos conteúdos/disciplinas diferentes exige mais do cérebro, deixando-o mais cansado e mais vulnerável a distrações. O recomendado é que faça um plano de estudos com ciclos semanais.

6. Não ter uma  postura física correcta

Uma postura inadequada causará dores físicas a médio e longo prazo e o mal-estar físico irá interferir na sua concentração e eficiência nos estudos. Utilize uma mesa e cadeira confortáveis.

7. Não definir prioridades

É preciso manter o foco e fazer uma coisa de cada vez. Defina metas diárias de estudo para manter a concentração, estabelecendo prioridades e dedicando-se aos conteúdos mais importantes.