7 profissões proibidas para mulheres

A luta pela igualdade no mercado de trabalho ainda está longe de ter fim em países como a Rússia, França, Argentina, Paquistão, entre outros.

De acordo com um artigo publicado pelo e-konomista, as mulheres desses países ainda sofrem com leis ou tradições sem fundamento sobre a ingressão em determinadas profissões. Conheça-as a seguir:

7 Profissões proibidas para mulheres

1. Condutora de comboio (e outros) – Rússia

A Rússia é o país que lidera o ranking, com um total de 400 categorias onde as mulheres não têm participação. De acordo com a corte, estas funções são vetadas diante da “proteção à classe feminina”. Uma vez que a lei é pouco aplicada, é possível encontrar algumas mulheres que assumem este tipo de funções “ilegalmente”.

Algumas das restantes categorias nas quais não pode haver mulheres a trabalhar são: coveira, canalizadora, extração de petróleo, lenhadora, metalurgia pesada, motorista de camiões agrícolas, perfuradora de poços, pescadora em águas profundas, química (fabrico de materiais abrasivos, destilação de mercúrio) e trabalhadoras na construção e reparação de aviões e helicópteros.

2. Carregar pesos – França

A lei impede que as mulheres carreguem mais de 25 kg nos braços ou mais de 45 kg caso utilizem carrinho de mão.

3. Destiladora de álcool – Argentina

A lei foi criada em 1924 com a justificação de “proteger as suas cidadãs”, sendo proibida a participação de mulheres em actividades de destilação de álcool ou de produção de licores.

4. Empreendedora – Vários países

Países como o Butão, Congo, Suriname e Paquistão limitam o registo de negócios para mulheres casadas. Neste caso, a justificação é puramente machista.

5. Artista – Madagascar

É proíbida qualquer tipo de manifestação “imoral” vinda das mulheres, sejam esculturas, ilustrações, pinturas, produções literárias, entre outras.

6. Utilização de máquinas em actividade – Paquistão

O país proíbe que as mulheres utilizem qualquer máquina em movimento, independente do tipo (limpeza, reparos ou manutenção, por exemplo).

7. Empregada de Mesa – Dubai

No Dubai as mulheres são proibidas de servir às mesas em bares e restaurantes. Neste caso, a proibição não é feita por lei mas sim por questões culturais, para evitar que as mulheres sofram assédio dos clientes.