Aprovado o regresso das 35 horas semanais

A medida proposta pelos Socialistas foi aprovada no parlamento: as 35 horas semanais de trabalho estão de volta, para a função pública. Esta proposta foi aprovada com os votos a favor da Esquerda, depois de ter sido votada e aprovada na especialidade. PSD e CDS votaram contra.

Com este aprovação, a partir do dia 1 de Julho, os trabalhadores da função pública vão passar a trabalhar novamente 35 horas por semana, em vez das 40 horas actuais.

O PS apresentou também uma nova versão do decreto de lei que prevê a negociação com os sindicatos da função pública sobre as situações de excepção que vão manter por algum tempo as 40 horas semanais, para que seja possível “assegurar a continuidade e a qualidade dos serviços prestados” – sendo que os maiores problemas estão na área da Saúde, onde há falta de enfermeiros.

Sector Privado

Durante a votação na especialidade, foram chumbadas (também com os votos contra do PS) as propostas do PCP e do PEV que pretendiam abranger “todos os trabalhadores da Administração Pública” e alargar as 35 horas semanais ao sector privado.

 

Fonte: Económico