Aki distribui 16% dos lucros pelos colaboradores

O AKI Portugal anunciou que 16% dos resultados líquidos da empresa serão distribuídos pelos colaboradores, o que equivale a 1,1 ordenados por pessoa.

Este prémio, que está a ser distribuído pelo segundo ano consecutivo, pode também ser convertido em acções da ADEO (proprietária do AKI) que valorizaram 16,5% nos últimos dois anos. Em 2015, o AKI registou um volume de negócios de 190 milhões de euros, o que equivale a um crescimento de 8% relativamente ao ano anterior.

No ano passado, após a atribuição dos prémios, 94% dos colaboradores optaram por se tornar accionistas do grupo e cerca de 10% decidiram ainda investir na compra de mais acções, com capital próprio.

De acordo com Andrés Osto, Director-Geral do AKI, “esta iniciativa é muito importante para nós” e o objectivo é partilhar os sucessos do grupo “com todos os que trabalharam para os atingir, porque está no nosso ADN retribuir as pessoas”.

Andrés acrescenta também que o AKI está “a crescer muito e depressa e com a possibilidade dos colaboradores adquirirem acções estamos a reforçar o seu compromisso enquanto donos da empresa onde trabalham”.

Duplicação de Lojas

Neste momento, o AKI tem em desenvolvimento um plano de expansão para duplicar o parque de lojas até 2020, passando de 32 para 64, tendo em conta uma estratégia de proximidade e assimilando características do comércio tradicional. O investimento previsto será de 100 milhões de euros e o objectivo é abrir espaços em zonas de influência.

Para acompanhar o crescimento, a empresa tem também previsto a criação de 670 postos de trabalho, atingindo assim os dois mil colaboradores.