As prioridades actuais dos Recursos Humanos

Perante um mercado em alteração constante, é importante que os Departamentos de Recursos Humanos acompanhem as tendências e se adaptem à actualidade.

Cada vez mais surgem novas tecnologias e com elas surgem novas ferramentas e necessidades, não só nas empresas em si como na forma de gerir as pessoas e os profissionais. É importante conseguir gerir os profissionais de forma eficiente tendo em vista os objectivos da empresa e cada vez mais são as palavras, o reconhecimento e a motivação o que tem mais valor – estamos a lidar com pessoas e isso, indiscutivelmente, implica emoções.

A chave do sucesso está em saber gerir adequadamente estas emoções para que tudo esteja em conformidade com a cultura empresarial e os objectivos definidos.

Por exemplo:

Existem muitas empresas cujo único objectivo é melhorar e otimizar o atendimento ao cliente e a expansão dos seus produtos e serviços. Para tal, gastam uma grande quantidade de recursos em estratégias de marketing e distribuição.

No entanto, quem é que consegue garantir uma satisfação plena dos clientes? Os colaboradores! Alcançar bons resultados torna-se uma tarefa mais difícil se os colaboradores se sentirem desmotivados, descomprometidos e que o seu trabalho não é reconhecido.

Assim sendo, o primeiro passo dos departamentos de Recursos Humanos deverá ser focar-se nos colaboradores, para que estes continuem motivados e empenhados em trabalhar com a empresa. Então, quais devem ser as prioridades deste departamento?

Criação de uma Cultura Empresarial

O ideal é que os candidatos procurem a empresa por iniciativa própria, atraídos por uma boa imagem corporativa – é por isso importante transmitir a mensagem de que a empresa é um ótimo local para trabalhar.

Para o conseguir, a empresa pode adoptar um conjunto de estratégias que passam por aumentar e utilizar a lealdade e força de vontade dos colaboradores actuais para transmitir essa mensagem, através de, por exemplo, imagens, vídeos e testemunhos.

Planos de benefícios e compensações

Vários estudos realizados recentemente demonstram que uma das coisas que os colaboradores mais valorizam é o tempo. Assim, qualquer organização que pretenda recrutar e manter o melhor talento deve aplicar políticas que permitam conciliar a vida profissional e pessoal.

Sempre que seja possível (há sectores que não permitem) seja flexível com os horários, permita que trabalhem remotamente e crie condições para tal.

Gestão de Budget

É importante que os departamentos de Recursos Humanos façam uma boa gestão do Budget, seja em processos de recrutamento e selecção, seja em formação, clima, etc.

23% das empresas afirmam que não possuem nenhuma ferramenta que lhe forneça resultados e KPI’s reais daquilo que investem.

Nós, no Alerta Emprego, enviamos relatórios com toda a informação relativa aos anúncios colocados, candidaturas e principais métricas.

Pesquisar e recrutar talento

Quase 50% dos directores de Recursos Humanos afirmam que o recrutamento de candidatos qualificados é uma tarefa complexa.

Para facilitar a procura e atracção dos melhores candidatos deve utilizar os melhores canais e fontes de recrutamento para divulgar as suas ofertas tanto aos candidatos que procuram emprego ativamente como a candidatos passivos.

Conheça aqui as nossas soluções de recrutamento.

Formação e desenvolvimento dos colaboradores

Até há pouco tempo atrás acreditava-se que os funcionários já tinham todo o conhecimento e experiência necessários para a função.

Actualmente, a maioria dos profissionais procura uma constante aprendizagem e evolução na carreira que são conseguidos através de formação contínua nas mais diversas áreas.

Se a empresa disponibilizar ferramentas e oportunidades de formação, serão os próprios colaboradores a querer permanecer na organização e farão comentários positivos criando desta forma uma excelente cultura empresarial.

Utilização de novas ferramentas

Como referimos no início do artigo, as novas tecnologias têm evoluído de dia para dia. Portanto, é necessário que estas sejam incorporadas nas tarefas diárias dos departamentos e os Recursos Humanos não são excepção.

Um bom exemplo são os softwares de recrutamento cujo objectivo é optimizar a procura de talento e a gestão de todas as candidaturas.

Fonte: Talent Clue