Com tantos candidatos a submeterem as suas candidaturas todos os dias, os recrutadores tendem a ser mais minuciosos na sua escolha durante o processo de recrutamento. O mais pequeno erro no seu currículo, na sua carta de apresentação ou outro tipo de documento com o mesmo propósito pode impedi-lo de conseguir a vaga.

Deste modo, é importante rever todos os materiais da sua candidatura antes de a submeter para a empresa. Vejas estes conselhos que o podem ajudar a rever tudo até ao mais pequeno detalhe.

Não confie na verificação ortográfica e gramatical

Apesar da verificação ortográfica o ajudar a detetar erros de escrita óbvios, também falha alguns erros comuns. Assim sendo, certifique-se que revê os seus documentos na íntegra antes de os enviar.

Faça uma pausa

Não edite o seu currículo, carta de apresentação ou outro material imediatamente a seguir a escrevê-lo. Faça uma pausa e respire fundo; isto vai permitir editar os documentos com um par de olhos mais frescos. Apesar de uma pausa de 24 horas ser o ideal, pode acontecer de não ter esse tempo disponível, principalmente face a um prazo. No entanto, uma hora afastado desses documentos antes de os editar já é uma boa ajuda.

Imprima os documentos

Reveja uma versão impressa do seu currículo, carta de apresentação, etc., em vez de apenas olhar para o seu documento no ecrã. É provável que tenha passado horas a olhar para o documento no seu computador, por isso lê-lo numa cópia impressa irá ajudá-lo a rever a informação com uma nova perspetiva. Além disso, imprimi-lo vai ajudar a olhar para o seu documento tal e qual como o recrutador o vai ler. Isto permite fazer alguma alteração caso a versão impressa inclua algum erro de estrutura.

Leia em voz alta e ao contrário

Leia o seu documento em voz alta enquanto o revê. Vai obrigá-lo a abrandar o ritmo enquanto lê e ajudá-lo a detetar erros que escaparam. Alguns editores também aconselham a ler o documento de baixo para cima (edite a última frase, depois a penúltima, e assim sucessivamente). Para além de voltar a abrandar o seu ritmo, vai quebrar o fluxo lógico do documento, o que permitirá um maior foco nos erros gramaticais e ortográficos.

Enquanto está a ler em voz alta, pode acompanhar com o dedo a sua posição. Isto vai ajudar a focar-se em cada palavra.

Limite os seus critérios de edição

Pode ser difícil editar os seus erros gramaticais e ortográficos em simultâneo. Para uma revisão mais minuciosa, edite apenas um tipo de erro de cada vez. Por exemplo, faça uma revisão para os erros de escrita, outra para a pontuação, outra para a construção das frases, etc. Apesar de parecer que vai levar muito mais tempo, vai ajudá-lo a detetar todos os tipos de erros que possam estar nos documentos.

Reveja a consistência

Muitas pessoas apenas tomam atenção a erros gramaticais e ortográficos, mas também deve certificar-se que o layout e apresentação dos documentos é consistente.

Primeiro, assegure-se que o tamanho e estilo da fonte que utiliza é a mesma no decorrer do documento – quando copia e cola frases, pode acontecer ficarem com diferentes fontes e tamanhos no mesmo documento, o que não passa uma boa imagem. Claro que num currículo é comum utilizar diferentes tamanhos devido ao uso de cabeçalhos ou tópicos. Isso é normal, mas também certifique-se que os cabeçalhos e tópicos são consistentes entre si.

Reveja as informações pessoais

Muitos candidatos ignoram a sua informação pessoal – nome, morada, email, etc. – quando revêm os seus documentos. Contudo, um erro neste tipo de dados pode impedi-lo de ser contactado pelo recrutador. Deste modo, é sempre aconselhado a rever esta informação.

Isto também se aplica ao nome das empresas que coloca no seu histórico profissional, assim como dos seus anteriores cargos e/ou funções.

Peça ajuda a um amigo

Muitas vezes, alguém de fora que não esteja familiarizado com o documento pode detetar erros mais claramente. Peça a um amigo ou familiar para reverem o seu documento.

 

Fonte: The Balance Career