como deixar de adiar procura novo emprego

Se não se sente bem no seu emprego actual, sente que é um sacrifício ir trabalhar todos os dias, quer ter mais responsabilidades, e já leu mil e um artigos que dizem que deve mudar de emprego e acha que todos têm razão, o que espera para começar a procurar um novo trabalho?

“Está bem. Talvez comece amanhã” – responde.

Mas amanhã transforma-se no dia seguinte, e de repente, passaram-se quatro, cinco, doze meses e você ainda está no emprego que odeia.

Precisa de mais determinação para começar a procurar um novo emprego? Tente estas dicas de Katie Douthwaite Wolf:

  • Faça um pouco de cada vez

Tire um pouco do seu tempo livre para procurar trabalhos atraentes, para renovar o seu currículo, escrever várias cartas de apresentação que chamem a atenção, e para fazer um pouco de networking pessoalmente e online. Perceba qual a importância do networking na procura de emprego.

Faça estas tarefas por fases, e não se ocupe com isto durante noites inteiras, para não perder a motivação.

Por exemplo, num dia pesquise os empregos que pretende. No dia seguinte, actualize uma secção do seu currículo, e por aí em diante.

Se souber que não vai gastar todo o seu tempo livre na procura de emprego, isso vai ajudá-lo a não desistir tão facilmente. Pode ser um processo lento, mas pouco a pouco, vai ficando mais próximo do seu objectivo.

  • Lembre-se da sua situação actual e daquilo que quer realmente

Se está num trabalho que odeia, já deve ter ouvido vários conselhos optimistas, como: “Seja positivo!”, “O que não nos mata torna-nos mais fortes!”, “Um dia vai valer a pena!”…

E afinal, quando se senta, em casa, depois de um longo dia de trabalho, até pensa: “O meu trabalho nem é assim tão mau… ”

Quer ficar motivado? Lembre-se de todas as razões porque quer um novo trabalho: o seu chefe é um idiota, o seu trabalho é sempre o mesmo desde que começou e não recebe um aumento há três anos…

Isto vai ajudá-lo a perceber claramente o seu objectivo: arranjar um trabalho que ama, onde está satisfeito, bem remunerado, e onde é valorizado. Ser capaz de visualizar isto, pode ser a forma mais simples de deixar de adiar a sua procura de emprego para amanhã.

  • Acabe com a procrastinação

Ao fazer uma breve pesquisa, provavelmente vai encontrar uma série de trabalhos que podem ser absolutamente perfeitos para si, o que pode ser uma óptima notícia.

Mas é nesta altura que a procrastinação pode aparecer. Essa lista de empregos que encontrou pode ser tão perfeita que a sua candidatura também tem de ser, quanto a si, absolutamente impecável. Então, começa a pensar sobre o que fazer para mostrar que é a pessoa perfeita para a função, o que pode incluir no seu currículo, como escrever a sua carta de apresentação, entre outras tarefas.

Pensa tanto na perfeição, que acaba por ficar cansado de pensar e não faz mais nada (“amanhã faço isso”). Um mês depois, ainda não refez o seu currículo e a lista de empregos que tinha encontrado para se candidatar, já não existe.

Para começar, pode ser bom candidatar-se primeiro a algo que poderá não ser o seu emprego de sonho, mas algo próximo disso. Ao fazê-lo, vai sentir menos pressão, sacudir os nervos, e preparar-se melhor para as próximas candidaturas.

Depois de responder a uma ou duas ofertas de emprego, isso pode dar-lhe a motivação que precisa para tentar chegar ao seu emprego de sonho.

  • Procure ajuda

Peça ajuda a um familiar ou amigo para conseguir manter-se motivado na sua procura de emprego.

Peça-lhe que verifique consigo, uma vez por semana, se está no bom caminho. Veja com ele o que já fez e onde pode melhorar.

Compre a si mesmo um incentivo (por exemplo, um cartão-presente da sua loja favorita), mas entregue-o a essa pessoa e dê-lhe instruções para que lho devolva apenas quando tiver concluído determinadas tarefas relacionadas com a sua procura de emprego.

Também lhe pode pedir que ligue para si todos os dias, à hora em que já se está a preparar para se aconchegar a ver TV, e que o incentive a continuar a sua procura de emprego.

 

Lembre-se: se nada fizer, daqui a uns anos pode vir a arrepender-se de nunca ter tentado mudar a sua vida. Adapte estas dicas à sua situação e personalidade, sem pôr em risco o trabalho actual e não espere por amanhã!