PT lança novo programa e dá formação a desempregados

 

A Fundação PT, em parceria com o IEFP, estão a aceitar candidaturas para formação de Consultores Digitais, dirigida a desempregados e sem qualquer custo associado.

Veja, de seguida, mais informações sobre o Bootcamp:

  • O que é

O Bootcamp, Consultores Digitais, é uma iniciativa da PT que pretende formar e requalificar desempregados de todo o país, dando-lhes competências que são, neste momento, muito procuradas no mercado de trabalho, nas áreas de Marketing Digital, Comércio Eletrónico e Empreendedorismo.

  • Em que consiste

Os formandos irão adquirir e desenvolver competências nas áreas do Marketing Digital, Comércio Eletrónico e Empreendedorismo, assim como competências interpessoais e de gestão, tais como Técnicas de Apresentação e Venda, Relacionamento e Satisfação do Cliente, Modelos de Negócio, Gestão de Projetos, Websites e Social Media, entre outras.

A formação terá uma vertente teórico-prática: explicação técnica com exemplos práticos, exercícios e apresentação de resultados.

Haverá também, partilha de conhecimento e experiências: plano de ação semanal, diário do Bootcamp e Lessons Learned;

E terá ainda, trabalho de campo: actividades hands-on, entrevistas, sondagens e contacto com empresas.

  • Depois da formação

Depois do Bootcamp, os Consultores Digitais terão a capacidade de colocar em prática os conhecimentos adquiridos sobre ferramentas tecnológicas, modelos de negócio, marketing e comunicação digital, comércio eletrónico, entre vários outros.

Os participantes que concluírem com sucesso o Bootcamp terão uma certificação do Catálogo Nacional de Qualificações (CNQ) designada “Perfil e potencial do empreendedor – diagnóstico/desenvolvimento” (código: 7852).

  • Custos

Esta é uma iniciativa cofinanciada pela Fundação PT e pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), no âmbito da Medida Vida Ativa – Emprego Qualificado, portanto, não existe qualquer custo associado.

Pelo contrário, durante o Bootcamp, os participantes receberão apoios financeiros que incluem subsídio de alimentação, bolsa de formação (para os formandos que não estão a receber subsídio de desemprego), reembolso das despesas de comunicação, entre outros.

Para mais informações, consulte a página da Medida Vida Ativa ou o Centro de Emprego no qual está inscrito.

  • Como participar

Os candidatos deverão ser residentes em Portugal e desempregados inscritos no Centro de Emprego, preferencialmente com frequência universitária ou curso profissional.

A PT procura preferencialmente jovens com idades entre os 18 e os 30 anos, no entanto, este não é um requisito obrigatório.

Para participar no Bootcamp, os interessados deverão preencher o formulário no site da PT (aqui) e aguardar um contacto, por carta, do Centro de Emprego onde estão inscritos, para estarem presentes numa das Sessões de Apresentação do Programa que irão decorrer por todo o país.

Depois, haverá um processo de recrutamento onde serão seleccionados os participantes.

  • Quando se realiza

O Bootcamp vai realizar-se ao longo de 5 semanas, 4 dias por semana, em regime laboral. As datas de realização ainda não estão definidas.

 

Porque surgiu

A ideia, apoiada pelo IEFP, é a de contribuir para a diminuição do desemprego qualificado em Portugal.

As pessoas passam cada vez mais tempo conectadas através da internet, a produzir e a consumir informação em formato digital, em qualquer lugar e a qualquer hora.

Isto já obrigou as empresas a evoluírem e a adaptarem-se a esta nova realidade e as empresas de sucesso já comunicam preferencialmente através dos meios digitais.

Mas, em Portugal, apesar de os hábitos de vida e de consumo digital estarem de acordo com as tendências globais, nem todas as empresas portuguesas estão preparadas para servir os novos consumidores. Assim, se estas empresas evoluírem e se adaptarem a esta nova realidade, têm também a oportunidade de fazer crescer o seu negócio e de se tornarem mais eficazes.

Posto isto, o Bootcamp tem como objectivo formar e requalificar desempregados com competências em falta no mercado de trabalho, nas áreas do Marketing Digital e Empreendedorismo, transformando-os em Consultores Digitais, para que possam levar o conhecimento e as ferramentas essenciais às empresas portuguesas, com vista a aproveitarem as novas oportunidades da economia digital.