Fazer um CV com uma página: como e porquê

A maioria dos empregadores quer ler um CV conciso, que não esteja cheio de informações irrelevantes. Eles gastam apenas alguns segundos a olhar para os CV’s, portanto, quanto mais compactos forem os currículos, mais fácil será o recrutador retirar o que lhe interessa.

Segundo Alison Doyle, aqui está o que deve saber:

  • Benefícios de ter um CV de uma página

Há fortes probabilidades do seu currículo ser impresso e escolhido, principalmente se se estiver a candidatar a uma grande empresa.

A menos que lhe peçam um tipo específico de currículo, é muito mais fácil de ler uma única página do que rever um documento de várias páginas.

  • Excepções à regra

É verdade que existem algumas situações que podem justificar uma excepção a esta regra. Por exemplo, os designers gráficos e os profissionais das artes podem ter benefícios se criarem um currículo ilustrado. Os investigadores e executivos de longa data também podem precisar de mais do que uma página para mostrar a amplitude da sua experiência. Mas, de uma forma geral, é melhor evitar sobrecarregar os ocupados recrutadores com um currículo que se arrasta por várias páginas.

  • Como cortar e aparar um currículo

Se está com dificuldades em passar o seu currículo para uma página, comece por criar um inventário das suas realizações e actividades de trabalho, fazendo uma lista em detalhe das suas responsabilidades e feitos.

Esse documento pode estender-se até três ou quatro páginas.

Analise cada trabalho e sublinhe as características que correspondem aos requisitos para a função específica a que se está a candidatar. Junte essas características mais relevantes numa versão mais curta.

O primeiro esboço pode ser mais longo do que uma página. Se assim for, tente depois eliminar as declarações menos significativas até conseguir chegar a uma página. Tente ser o mais específico possível com a informação e ser o mais conciso possível.

Se tem dúvidas saiba aqui o que deve manter e o que deve cortar no seu currículo.

  • Fornecer informações adicionais on-line

É sempre boa ideia ter mais informações disponíveis para os recrutadores que querem mais informações sobre a sua formação e qualificações. Desenvolva um perfil no LinkedIn ou crie um site pessoal com detalhes adicionais sobre o seu percurso e competências. Publique  amostras de trabalhos que fez e peça recomendações.

Se não sabe como fazer, veja estes 5 passos para construir o seu portefólio online.

Inclua uma declaração na parte inferior do seu currículo, como “Informações Adicionais, recomendações e trabalhos disponíveis em” www.linkedin.com/in/oseunome. ”

Não se preocupe em resumir tudo numa página, preocupe-se sim, em colocar nessa página aquilo que é importante para o recrutador e que o vai chamar a atenção. Se conseguir isso, então ele vai ter curiosidade em reunir mais informações em profundidade sobre si.