Para os recém-licenciados, escrever o seu primeiro currículo pode ser um desafio. É complicado saber exatamente o que colocar e como estruturar essa informação. Isto porque é este documento e toda a sua informação que o vai diferenciar dos outros candidatos presentes no mercado.

Aqui estão alguns conselhos a seguir para escrever um currículo bem estruturado e com toda a informação essencial.

Não complique

Mantenha o seu currículo simples, em termos de estética e estrutura. Isto facilita a leitura por parte dos recrutadores, que podem facilmente identificar a informação que procuram.

Afaste-se de fontes demasiado elaboradas, imagens desnecessárias e designs complexos, uma vez que dificultam a leitura e afastam o interesse e atenção do recrutador.

Faça a sua pesquisa

De modo ao seu currículo se destacar dos restantes, tem de saber que qualidades e/ou competências que as empresas mais valorizam num candidato.

Tente pesquisar os websites das empresas e procure o que as mesmas mais valorizam, através de vagas de emprego e informação sobre a empresa. Assim que souber o que as empresas mais apreciam num candidato, tente inserir o máximo que pode, sempre que corresponder ao seu perfil e às suas capacidades.

Destaque-se para impressionar

Muitos recrutadores apenas dedicam segundos para a revisão de um CV, neste caso deve assegurar-se que o seu currículo se destaca no momento exato. Para este efeito, deve utilizar e destacar determinadas palavras-chave e/ou termos relevantes que chamem a atenção do recrutador.

Faça uso de tópicos e pontos-chave para facilitar a leitura e distinguir determinadas secções do seu CV.

Realce as suas capacidades

Um dos grandes problemas que os recém-licenciados enfrentam é a falta de experiência profissional, que é principalmente notória quando comparados com pessoal que já trabalha no mercado. Uma vez que a experiência profissional está cada vez mais presente nos requisitos obrigatórios, estes têm de ser criativos no modo como abordam este detalhe com as empresas.

De modo a diminuir o peso da falta de experiência, tente utilizar capacidades provenientes de outras áreas da sua vida, ou seja, utilize os projetos de faculdade, ações de voluntariado e outros semelhantes para demonstrar determinadas competências como o planeamento, organização e trabalho de equipa.

Apresente o seu melhor

De modo a garantir a atenção do recrutador, uma coisa essencial que tem de saber fazer é expor as suas conquistas e o melhor de si, mesmo que pareça que se está a vender. Utilize o cabeçalho do seu currículo para resumir todas as suas conquistas que possam agregar valor ao seu CV e às suas capacidades, de modo a convencer a empresa em contactá-lo.

Se possível, comprovar com factos como alcançou determinados objetivos/conquistas. Além disso, aproveite e juntamente com o seu CV, envie uma curta carta de apresentação para a persuadir o recrutador a abrir o seu currículo.

Acrescente um pouco de charme

Na maioria das vezes os recrutadores não têm muita informação para comprar recém-licenciados entre si para além das sua notas. Deste modo, incluir atividades extracurriculares podem ser um fator determinante para o destacar dos outros.

Claro que não vai escrever algo como “gosto por socializar com amigos” ou “idas ao cinema”, mas faça uso de passatempos que estejam alinhados com os seus objetivos profissionais e com a carreira que deseja.

Ações como maratonas, artigos semanais para blogues, participação em eventos de caridade ou organização de eventos podem ser interessantes para a vaga à qual se candidata.

 

Fonte: The Undercover Recruiter