Dicas para escrever e-mails a recrutadores

Quando está a procura de emprego e quer enviar um e-mail a alguém que está a recrutar, o seu objectivo é que seja o mais perfeito possível.

Enquanto candidato, quer que a sua mensagem e a sua candidatura se destaquem das restantes mas não de uma forma pouco profissional.

O Business Insider tem alguns conselhos sobre como enviar uma mensagem simples e apelativa para uma empresa onde deseje trabalhar. Conheça aqui as sete dicas que o vão ajudar a ficar mais perto do seu emprego de sonho:

Escreva o Assunto de forma simples e clara

Evite ser demasiado “original” com o Assunto do e-mail. Em vez disso, seja óbvio relativamente ao facto de estar a submeter uma candidatura de emprego.

Esteja atento se existe alguma indicação no anúncio de emprego relativamente a alguma referência. Caso não exista, algo como “Candidatura para Engenheiro Civil” deve ser suficiente.

Por outro lado, deve tentar saber como é a pessoa que está do outro lado. Investigue os responsáveis de Recursos Humanos da empresa a que se está a candidatar e considere enviar outro tipo de Assunto: “Ideias para aumentar a produtividade das vendas da empresa”.

Direccione a mensagem à pessoa apropriada

Uma das piores coisas que pode fazer é dirigir o e-mail ao “Caro Senhor” ou “Cara Senhora” – demonstra que não se esforçou por pesquisar quem é a pessoa mais apropriada.

Pode fazer algum trabalho de investigador no Linkedin, por exemplo, e encontrar o nome da pessoa responsável pelo recrutamento ou do responsável do departamento dos Recursos Humanos. Se isso não resultar tente recorrer a pessoas que conheça que possam ter acesso a esse tipo de informação.

Em último caso, se o anúncio estiver colocado em anónimo, pode sempre dirigir-se ao “Caro Profissional de RH” ou ao “Caro Recrutador”.

Refira o que pode providenciar ao recrutador

Mantenha em mente que o recrutador é a sua audiência. Pense que tipo de valor está a oferecer à empresa, em vez do inverso. No corpo do seu e-mail, mencione exactamente aquilo que pode fazer pelo recrutador e aquilo que já aprendeu sobre a empresa.

Atenção, não se embarace ao colocar o nome da empresa incorrecto ou o nome de outra empresa!

Personalize o e-mail para cada empresa

É importante que adapte a sua mensagem a cada anúncio e a cada empresa. Quanto mais falar sobre as necessidades específicas da empresa e sobre como as suas competências o tornam uma boa solução, mais probabilidade tem da sua mensagem ser lida.

Não faça “copy/paste” do seu Currículo

Não é recomendado que copie na integra o conteúdo do seu currículo para o corpo de e-mail. Por um lado, o formato fica estranho. Por outro o objectivo é que dê a conhecer um pouco da sua personalidade, para além das suas competências e habilitações.

Demonstre por que motivos é uma boa opção e de que forma se enquadra nas políticas da empresa e opte por enviar seu currículo em anexo.

Envie o e-mail rapidamente depois de ler o anúncio

Quanto mais cedo submeter a sua candidatura, melhor. Geralmente, deve enviar o e-mail nas 72 horas seguintes à colocação do anúncio uma vez que os recrutadores começam a ser invadidos por e-mails depois desse período.

Faça um acompanhamento

No corpo do seu e-mail inclua uma frase semelhante a “Eu irei entrar em contacto novamente daqui a X dias, depois de ter oportunidade de consultar a minha candidatura”.

O melhor é que faça um reforço uma semana depois de enviar o primeiro e-mail, ou caso haja uma data limite para as candidaturas serem enviadas, marque para uma semana depois desse prazo terminar. Certifique-se de que coloca essa data no seu calendário para não se esquecer de o fazer.