A entrevista é um processo que os candidatos adoram odiar. É um processo que pode seguir dois caminhos, o recrutador sinalizá-lo como uma potencial contratação, ou então um simples “depois ligamos”, quando a maioria das empresas não o faz.

Uma boa forma de ultrapassar o nervosismo e ansiedade é ver a entrevista como apenas um processo, algo que tem de ser feito.

Se ainda assim sente-se nervoso e receia não conseguir demonstrar o melhor de si, siga estes conselhos de modo a ir à entrevista com mais confiança.

Realize pesquisas

Uma boa forma de ir construindo a sua confiança para a entrevista é através de uma pesquisa sobre a empresa que lhe vai fazer a entrevista. Ficar a conhecer mais informação sobre a mesma, como antigos projetos, objetivos profissionais e outros tornam a empresa muito mais pessoal.

Isto permite-lhe ficar mais descansado, e até lhe dá um motivo de debater mais sobre a empresa, o que vai deixar o recrutador totalmente interessado no que tem para dizer e perguntar.

Analise amostras de perguntas

Se pretende ter ainda uma maior preparação e tem receio das perguntas que lhe possam ser impostas, utilize a internet. O que não falta é informação com amostras de perguntas mais utilizadas nestes processos.

Dedique algum do seu tempo a observar a essas perguntas e responda de modo a preparar-se e tentar manter um discurso fluido, para o grande dia.

Pratique frequentemente

Uma boa forma de aumentar a sua confiança para a entrevista é a preparação anterior à entrevista.

Utilize um espelho e responda a perguntas para perceber a suas expressões faciais e até pode detetar algum comportamento nervoso que não sabia que tinha, e corrigi-lo. Se não gosta deste método, pode sempre pedir a amigos que simulem a entrevista.

Certifique-se que não tem “esqueletos no armário”

Um passo importante nesta preparação é conseguir resumir a sua experiência profissional e discutir potenciais objetivos com a empresa e na sua vida profissional como um todo.

Mas quando olha para trás na sua experiência profissional, certifique-se que não existem notícias, artigos ou algo semelhante que envolva o seu nome que possa ser usado na entrevista, algo prejudicial.

Nunca se esqueça que existem empresas que analisam o historial do candidato, principalmente redes sociais, deste modo, esteja seguro que não exista nada que o comprometa.

Avalie o valor do trabalho

Pode estar a pensar que este fator refere-se ao seu salário, aliás na verdade até pode ser questionado sobre o historial salarial, ou as suas expetativas salariais na empresa. Deste modo, é aconselhável preparar uma resposta para esta questão em particular.

Mas deixando o salário de lado, é importante determinar se o incomoda ter de entregar palavras-passe para as suas redes sociais, sites pessoais e outros à empresa; uma tendência que se tem espalhado por várias empresas.

Assim sendo, é preciso avaliar a situação e se sente à vontade para o fazer, se vale a pena entregar informação privada. Isto é algo crucial a que deve dedicar algum tempo para pensar seriamente.

Aliado aos passos tomados acima, é gratificante utilizar uma roupa especial para a ocasião e que o faça sentir-se bem, pois influencia a sua disposição e mostra que se sente preparado e com confiança suficiente para entrar naquela entrevista.

 

Fonte: Work It Daily