O começo da sua carreira profissional é algo que pode assumir várias formas. Pode começar o seu primeiro emprego com benefícios como seguro de saúde e a possibilidade de progressão de carreira na empresa.

No entanto, o contrário também se pode dar, começando com empregos que não são tão bons e com um salário baixo ou até mesmo integrar estágios não remunerados só para obter experiência profissional.

De qualquer forma, todas as suas escolhas no início da sua carreira podem afetar o seu estilo de vida a longo-prazo, pois nada está realmente assegurado.

É por isso que se torna vital ter um controlo sobre a sua carreira durante os seus 20s, mesmo se ainda estiver a descobrir o que quer fazer. Deste modo, conheça os erros mais comuns no começo da carreira profissional e que deve evitar a todo o custo.

Trabalhar sem objetivos definidos

É essencial criar objetivos de carreira para alcançar o seu emprego de sonho. Caso queria chegar ao cargo de Gestão ou abrir o seu próprio negócio, é importante ter um plano sólido que demonstre os passos a tomar para alcançar esses objetivos.

Quanto mais detalhado for o seu plano, mais fácil torna-se para si para atingir os objetivos definidos. Alguns dos seus passos até podem passar por voltar a estudar e tirar uma licenciatura, e caso esteja a trabalhar e for em frente com essa ideia, aproveite todo o treino enquanto está a exercer a sua função.

Não conseguir acompanhar as mudanças do mercado de trabalho

O mundo está em constante mudança, e o mercado de trabalho é apenas mais um elemento que segue essa linha. Desde a forma de pensar até às competências individuais de cada profissional.

Hoje em dia, licenciar-se com base nos mais recentes conhecimentos e ferramentas já não se traduz numa garantia de sucesso. Isto é um factor que cada vez mais tem-se visto em vários setores, principalmente no das Tecnologias, onde os profissionais podem facilmente ficar para trás se não se adaptarem às mudanças dos programas e/ou trabalharem com novas e melhores ferramentas.

O início da sua carreira profissional é a melhor altura para se dedicar à atualização do seu lado profissional, através de conferências e outros eventos do género.

Estar empregado com condições abaixo da média

Tendo em conta a atual situação económica, é possível ainda não ter conseguido alcançar o seu emprego de sonho logo que terminou os seus estudos, levando-o a aceitar empregos que não valorizam os seus conhecimentos na totalidade.

É normal aceitar um emprego que não pague assim tão bem logo à partida, ou que não seja numa empresa de prestígio, uma vez que acaba por ganhar experiência profissional na mesma, no entanto não deve exercer esse cargo durante muito tempo.

Um ano depois é a altura ideal para começar a procurar outras ofertas de emprego que melhor vão ao encontro das suas necessidades e dos seus objetivos de longo-prazo. Caso encontre uma oportunidade para o seu emprego de sonho, candidate-se. Nunca deve deixar passar uma oportunidade.

Para além disso, tenha em mente que pode não ser tão fácil “sobreviver” enquanto estiver a trabalhar num emprego com condições abaixo da média.

Ficar num emprego sem futuro

O seu primeiro emprego pode lhe oferecer um salário decente e bons benefícios, mas pode começar a sentir que não lhe oferece a oportunidade de seguir em frente e/ou de crescer a sua carreia profissional.

Também se pode dar o caso de estar em conflito com a gestão da empresa ou com outros colegas e sentir que esses fatores lhe estão a impedir de alcançar o seu emprego de sonho.

É importante saber em que ocasião deve sair quando está num emprego que o impede de seguir em frente.

Falhar em construir uma Identidade de Carreira

Apesar de ainda poder estar a encontrar o seu verdadeiro ser e os seus objetivos de carreira de longo-prazo nos seus 20s, é possível começar a construir a sua identidade de carreira que lhe ajudará a criar uma sólida carreira profissional no futuro.

Como? Com cada emprego, deve listar as competências que o ajudarão a preparar-se para o próximo emprego. Fique atento a essas competências, a projetos onde obteve sucesso e todo o treino profissional que alcançou em cada emprego. Depois é só acrescentá-los ao seu currículo ou website (portefólio).

Sempre que segue para o próximo emprego, dedique algum tempo para ver como a experiência adquirida o ajudou a criar a imagem profissional que pretende construir.

 

Fonte: The Balance Careers