Já foi despedido em algum momento da sua vida? Se sim, é provável que já se tenha questionado sobre como abordar o assunto perante os recrutadores numa entrevista de emprego. Afinal, é algo que pode vir a ser debatido durante a entrevista.

Ser questionado sobre como acabou despedido do antigo emprego é um dos assuntos mais desafiantes a que tem de responder.

O que o recrutador realmente pretende saber

Além das circunstâncias que levaram ao seu despedimento, o entrevistador pretende observar como lida com essa adversidade.

Claro que, antes de tudo, o recrutador quer ter a certeza que não foi despedido devido a algum comportamento indevido (roubo, má conduta, etc.). Mas para além disso, querem certificar-se que isso já não é um problema para si e que tem a capacidade de assumir as suas responsabilidades pelas suas ações – e demonstrar algum crescimento pessoal e profissional.

Como responder a questões relacionadas com o seu despedimento

A melhor estratégia é manter a sua resposta curta e direta. Não prolongue a sua resposta, principalmente se não existir nada de substancial na mesma.

É melhor explicar a razão que levou ao seu despedimento, e depois tente levar a conversa para outro tópico.

Se tem a tentação de inventar outro motivo por ter sido despedido, lembre-se que o seu antigo superior pode revelar a verdadeira razão, caso o recrutador pretenda examinar as suas referências. A desonestidade durante o processo de recrutamento pode resultar na perda desta oportunidade, ser desqualificado ou até mesmo ser posteriormente despedido, caso descobrissem mais tarde a verdadeira razão.

É necessário adaptar a sua resposta às circunstâncias e como lidou com o despedimento, e os próximos exemplos vão dar-lhe um ponto de começo para o ajudar.

Exemplos de Melhores Respostas

“O meu despedimento até se revelou algo de bom. Assim tenho a oportunidade de explorar empregos que melhor se associam às minhas qualificações e interesses. A minha pesquisa mostrou-me que tal oportunidade pode estar nesta empresa. Gostaria de saber mais sobre as minhas capacidades relativamente às novas tecnologias?”

Porque resulta: Esta resposta lida com o problema rápido e de forma positiva e acaba por servir de rampa para o tópico das suas capacidades e qualificações. Embora não queira parecer que está a relativizar o problema, o objetivo é passar, o mais suavemente possível, para a razão que faz de si um bom candidato.

“As coisas não estavam a resultar, então o meu superior e eu decidimos que era uma boa altura para seguir em frente e encontrar um cargo que respondesse melhor às minhas capacidades. Assim sendo, aqui estou eu, pronto para trabalhar.”

Porque resulta: Esta resposta sugere uma relação de comunicação construtiva entre si e o seu superior. Também mostra que não existe ressentimentos entre vocês. É uma resposta honesta e positiva.

“Reestruturaram a minha função. Preferiram optar por outsourcing, o que é uma pena porque colaboradores que conheciam o meu trabalho sabem que possui muito mais qualidade e é mais acessível em termos monetários.”

Porque resulta: Se foi despedido por outra razão que não o seu desempenho, mencione-o o mais rapidamente possível. E se puder mencionar a qualidade do seu trabalho, melhor ainda.

“Estava desesperado por um emprego e acabei por aceitar uma proposta sem pensar duas vezes. Não pretendo cometer o mesmo erro outra vez. Prefiro um ambiente que seja agradável, estruturado e com espírito de equipa, onde as minhas melhores competências podem brilhar e contribuir eficientemente para a empresa.”

Porque resulta: Grande parte dos candidatos já aceitaram empregos para os quais não tinham o melhor perfil. Esta resposta demonstra que conseguiu aprender com esta experiência e focar-se no lado bom.

Dicas para conseguir dar a melhor resposta

Pratique a sua resposta: Quanto mais confortável debater este tópico, mais confortável o recrutador ficará com a sua resposta. Esteja preparado para explicar a sua situação e pratique até ultrapassar qualquer sentimento de vergonha. Lembre-se que até mesmo os melhores e mais brilhantes trabalhadores da história já foram demitidos.

Seja breve: O seu objetivo é ser franco e honesto, mas não há a necessidade de prolongar o assunto mais do que o necessário. Diga o que pensa e passe para as coisas boas sobre si – as suas qualificações e como as usará para resolver os problemas da empresa.

Foque-se nos seus atributos positivos: Priorize as suas capacidades e competências e certifique-se que as associa e interliga com os requisitos listados na descrição do cargo.

 

Fonte: The Balance Careers