Procura de emprego direitos e deveres dos candidatos

Quando está a procura de uma nova oportunidade há direitos que tem enquanto candidato e deveres que deve cumprir. Enquanto pessoa à procura de emprego, é expectável que os recrutadores o respeitem. Este respeito deve começar quando publicam um novo anúncio para uma vaga e continuar ao longo de todo o processo de recrutamento, até tomarem uma decisão – mesmo que não seja a pessoa escolhida.

Por outro lado, esse respeito deve ser mútuo e, enquanto candidato, também tem certas responsabilidades e deve levar todo o processo a sério. De acordo com o Career Planning, estes são os seus direitos e deveres enquanto procura emprego.

Direitos

Anúncio honesto

Um anúncio de emprego deve descrever, de forma honesta e completa, a posição disponível. Para tal, é necessário incluir detalhes sobre as funções, sobre o tipo de trabalho e sobre o perfil do candidato.

Requisitos bem definidos

Se a empresa tem requisitos específicos (que sejam factores eliminatórios), isso deve estar bem definido. Preferencialmente, devem ser utilizadas expressões tais como “Obrigatório”, “Eliminatório”, “Sem excepções”.
Se, por outro lado, existe flexibilidade em relação a algumas competências, isso também deve estar bem definido, por exemplo, com a expressão “Preferencialmente”.

Receber informação sobre a decisão

Enquanto candidato, tem direito a saber quando a decisão será tomada, se o processo está atrasado ou se o candidato já foi selecionado. Assim, poderá saber se ainda está na “corrida” para conseguir o emprego.

Respeito pelo tempo 

O tempo é algo valioso e para quem procura emprego pode ser crucial. Se tem algo marcado com a empresa, o recrutador não o deve deixar ficar à espera.

Deveres

Preencher os requisitos da oferta

Não se deve candidatar a uma oferta, quando não se enquadra no perfil pretendido pela empresa. Esteja atento aos requisitos “Eliminatórios” e aos “Preferenciais”. Se não tem todas as competências obrigatórias então não faça o recrutador perder tempo, nem perca o seu.

Ser honesto na candidatura

Ser verdadeiro no currículo, carta de apresentação e entrevista é fundamental. Quando oculta informação, mais tarde ou mais cedo, será apanhado e pode arruinar a sua reputação.

Ser pontual

Quando chega atrasado a uma entrevista, para além de fazer má figura, está a interferir nos horários dos outros intervenientes: recrutadores e restantes candidatos. O ideal é chegar ao local da entrevista com alguma antecedência.

Ser sincero sobre a decisão

Caso, durante o processo, decida que a proposta de emprego não lhe interessa ou tenha arranjado outro emprego, informe a empresa.

Da mesma forma que os candidatos gostam de saber quando não são selecionados, a empresa também tem necessidade de saber se não está interessado para que se possa focar noutros profissionais.