Com a chegada do Natal e do ano novo, chegam também as festas de empresa. Quer realizar um evento fantástico. Faz um grande esforço para a festa, mas a sua equipa não parece animada. E porquê?

Aqui estão 7 principais razões para os seus colaboradores não gostarem das festas da empresa.

1. Pedir dinheiro aos colaboradores

Aqui fica uma pequena dica: se existe algo que custa dinheiro, não é uma festa.

Obviamente, que os seus colaboradores vão se divertir, mas uma festa é algo que um anfitrião oferece.

Quando faz os seus colaboradores comprarem um bilhete para eles próprios, estes sentem que não se trata de um presente da empresa. Mesmo que o negócio cubra os custos, os colaboradores não querem pagar para ir a uma festa.

2. Eventos fora de horas

Sendo a sua empresa, certamente vai querer os seus colaboradores na festa. Faz sentido, mas os seus colaboradores veem-no a si e aos colegas todos os dias e todo o dia. Pretendem, assim, passar as noites e os fins-de-semana com os seus amigos e família.

Preferencialmente opte por eventos que se realizem durante o horário de trabalho ou então decidam em conjunto qual a melhora hora/dia para realizar a festa da empresa.

3. Necessidade de Babysitters

Para os adultos as noites são ótimas, mas o caso muda quando há filhos pequenos e aumentam as despesas e as dores de cabeça. Nem todos têm os avós ao lado. Muitos casais tem que contratar e pagar uma babysitter.

4. Comida péssima

Uma festa é considerada boa pela comida e bebida. Se aluga um salão de festas num hotel de topo e depois comida barata, as pessoas ficarão descontentes. Além disso, não assuma que todos comem o mesmo. Precisa de ter em consideração as alergias a certos tipos de comida, opções vegetarianas e também vegan.

Obviamente que é impossível satisfazer as todas as dietas, mas tem que tentar.

Caso o seu negócio seja pequeno, então pode atender às necessidades dos seus colaboradores. Num grupo maior, tente disponibilizar um menu com alguma antecedência para que as pessoas não se deparem com uma festa onde não podem comer nada.

Outra opção, é um jantar buffet como uma enorme variedade para satisfazer as necessidades de cada colaborador.

5. Discursos longos

É o chefe, o que é ótimo. Mas na realidade ninguém quer “saber de si” nas festas – mas não leve a mal. Caso tenha a tendência de se alongar nos discursos sobre um tema, todos vão evitar a festa como se de uma praga se tratasse. Pode dizer algo como: “Estamos felizes por tê-los aqui esta noite. Tivemos um ótimo ano e gostaria de agradecer o vosso esforço. Tenham uma ótima noite.”

É praticamente o limite. Os colaboradores não querem ouvir um relatório completo de fim de ano ou uma crítica sobre campanhas publicitárias. Muito menos ouvir os seus pensamentos mais íntimos sobre o futuro. Salve-se de uma reunião.

6. Convidados Selectivos

Caso a sua empresa seja muito grande para convidar todos os colaboradores, então não realize uma festa de empresa. Mantenha uma festa onde todos sejam convidados. Divida as pessoas por localização ou função, mantendo partes iguais. Os colaboradores da sede não devem ter caviar e champanhe e os colaboradores do armazém receberem pizza e refrigerantes.

7. Presente obrigatório

Não espere uma festa onde os colaboradores enchem o chefe de equipa com presentes e elogios. Dê liberdade de escolha aos colaboradores no que diz respeito a este tema e não faça imposições.

 

Lembre-se que as atividades divertidas, são mesmo divertidas quando são voluntárias.

Caso os seus colaboradores não mostrem satisfação a festa da empresa tente descobrir o que está fazer mal. Corrija os erros e garanta que os seus colaboradores aproveitam a festa de melhor maneira.

 

Fonte: The Balance