linkedin google plus facebook twitter
Home / Candidaturas / Os 10 maiores erros nas Redes Sociais

Os 10 maiores erros nas Redes Sociais

erros nas redes sociais

Se está à procura de um novo emprego, as redes sociais podem ser suas aliadas. No entanto, se não tiver cuidado, também podem prejudicá-lo. Existem muitos casos de candidatos que foram rejeitados por comentários inapropriados e vários outros de funcionários que foram despedidos. Saiba aqui quais os 10 maiores erros a evitar:

1. Não estar nas redes sociais (especialmente LinkedIn)

Numa era em que tudo ocorre online, não estar presente pode custar-lhe o emprego. 91% dos recrutadores pesquisam informações sobre os candidatos antes de lhes oferecerem o emprego. Assim, a sua ausência pode deixá-los de pé atrás.

Caso não tenha interesse em estar no Facebook e Twitter, crie somente um perfil no LinkedIn, onde demonstra o seu percurso profissional.

2. Não actualizar frequentemente

Não vale a pena ter perfis nas redes sociais se não os mantiver activos. Faça, pelo menos, uma publicação por semana para se perceber que não “abandonou” os seus perfis.

3. Falar de conteúdos tabu e discriminatórios

Cuidado com o que publica: um comentário racista, uma alusão a drogas ou uma fotografia onde está com ar embriagado podem ser o suficiente para não conseguir o emprego.

Também deve evitar falar da sua procura de emprego antes do tempo. Connor Riley publicou um tweet para festejar a oferta de trabalho da Cisco:

redes sociais

“A Cisco acabou de me oferecer um emprego! Agora só tenho que ver se vale a pena viajar todos os dias até San José e odiar o trabalha para receber um cheque gordo”.

Celebrou cedo demais e falou mal da empresa… um dos funcionários viu o seu comentário e a empresa retirou a oferta de emprego.

4. Falar mal do empregador actual ou anterior

Mesmo que tenha razão para fazer comentários negativos, este tipo de temas são pessoais e não devem ser divulgados. Um recrutador que o vê a falar mal do empregador anterior ficará a pensar que facilmente irá falar dele nas redes sociais.

5. Ter nomes diferentes nas diversas redes

Para ser mais facilmente encontrado na internet, utilize o mesmo nome nas redes sociais. Por exemplo, se no Facebook se chamar Maria Eugénia Silva, no Twitter Eugénia Silva e no LinkedIn Maria Silva, dificilmente o recrutador verá todos os seus perfis. Um bom personal branding implica manter uma linha de comunicação igual em todos os meios – o que começa com a decisão do nome a apresentar.

6. Mentir

Não dizer a verdade é um dos maiores erros de quem procura emprego. 40% dos candidatos já disse “meias verdades” sobre a sua experiência profissional ou competências. Mas, como diz o ditado “É mais fácil apanhar um mentiroso do que um coxo”.

Um bom exemplo é o de Kevin Colvin, que enviou um e-mail a avisar os Recursos Humanos que não poderia comparecer no emprego por motivos familiares.  No mesmo dia (dia de Halloween), publicou esta fotografia no Facebook:

kevin colvin redes sociais

Os empregadores descobriram e Kevin foi imediatamente despedido.

7. Ter informações contraditórias nas várias plataformas

Outro erro comum é a existência de informações diferentes no Facebook, LinkedIn, Twitter, Blog, etc. Confirme se os seus perfis não dão aso a confusão. Por exemplo, no LinkedIn tem o cargo actualizado mas no Facebook ainda consta que está na empresa anterior.

8. Não seleccionar as definições de privacidade

Porque as redes sociais não são apenas para uso profissional, permita-se publicar tudo o que lhe interessar. Para isso, deve seleccionar definições de privacidade mais fechadas – por exemplo partilhar apenas com os amigos.

9. Ter uma fotografia pouco profissional

redes sociais

Contratava esta pessoa? Provavelmente não. Deve ter cuidado com a fotografia que o representa, especialmente no LinkedIn. Evite fotografias recortadas, com pouca definição, em espaços de festa (praia, discoteca e outros) e onde não se consiga ver a cara. Conheça aqui algumas dicas para tirar uma boa fotografia.

10. Não estar atento às publicações em que se é mencionado

Mesmo que esteja a seguir todas as regras nas redes sociais, pode vir a ser rejeitado pelas empresas. Esteja atento às fotografias e estados onde é identificado pois podem mostrar um lado seu pouco profissional. Se necessário, peça ao seu amigo para retirar a identificação.

About Alerta Emprego

O Alerta Emprego é um portal de emprego que ajuda empresas e recrutadores a encontrar os melhores candidatos e a gerir processos de recrutamento. Além de promover anúncios de emprego, o Alerta Emprego funciona como uma base de dados de CVs pesquisável, tornando mais fácil a procura de candidatos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*