É um erro descartar a importância do profissionalismo no seu dia-a-dia. Sabia que este (ou a falta de) pode afetar a oportunidade de progredir na carreira ou a capacidade de manter o emprego.

Mas como pode ser um colaborar exemplar e manter sempre o profissionalismo? Veja de seguida o que pode e o que não pode fazer:

1. Não se atrase

Quando chega atrasado ao trabalho ou até mesmo a reuniões, o seu chefe e colegas ficam com a impressão que não quer saber e que não se preocupa com o seu trabalho. De certa forma isso afeta-o, pois é como se não estivesse a valorizar o seu próprio tempo.

Tenha mais atenção ao relógio e se for necessário defina alarmes. Chegue alguns minutos antes de iniciar o seu trabalho.

2. Não seja rezingão

Deixe o seu mau humor à porta do trabalho. Todos temos dias bons e dias maus é um facto, mas lembre-se que não deve passar o mau humor para o seu chefe, colegas e especialmente para os seus clientes. Se a causa do seu mau humor é o trabalho, então chegou o momento de pensar em procurar outro emprego.

Caso considere que não é a melhor altura para o fazer, então procure formas de tirar maior partido possível da situação.

3. Vista-se de forma apropriada

Independentemente se tem que vestir-se de forma mais formal ou mais casual, mantenha sempre uma aparência arranjada e limpa. Um fato enrugado, não é muito melhor do que umas calças de ganga rasgadas.

Por isso adapte o estilo de roupa conforme as exigências das empresas. Caso, não exista um dress code, escolha algo que se adapte ao local de trabalho. Guarde os chinelos, calções e tops curtinhos para o fim-de-semana, assim como as roupas para uma saída à noite.

4. Contenha-se nas palavras

Juras, maldições ou condenações, não devem entrar no seu local de trabalho. A menos que saiba que no seu trabalho está confortável, abstenha-se a usar linguagem suja, principalmente se poder ofender quem está presente. Uma boa regra que pode seguir é: se não diria isso à sua avó também não diga no trabalho.

5. Ofereça ajuda aos colegas

O verdadeiro profissional está disposto a ajudar os colegas quando estes estão cheios de trabalho ou quando estão a enfrentar um novo desafio. Um bom profissional não tem medo de partilhar conhecimento, opiniões ou um “par de mãos”.

No entanto, é importante não ser muito persistente. Caso o seu colega não queira a sua ajuda, não force. Pode preferir trabalhar sozinho.

6. Não fale da vida alheia

Pode tentar falar sobre o que ouviu sobre os seus colegas da contabilidade, mas as “cusquices” fazem-no parecer um adolescente a frequentar a escola.

Se sabe algo que quer partilhar com alguém, partilhe com pessoas que estejam fora do seu trabalho, como por exemplo, um familiar ou um amigo.

7. Permaneça positivo

O negativismo é contagioso. Se está constantemente a queixar-se do local de trabalho, isso pode criar uma onda negativa para quem o rodeia. Certamente que o seu chefe não vai apreciar que a sua equipa esteja com a moral em baixo.

Mas atenção, isto não significa que não deve apontar o que está errado. Se existe alguma coisa que acha que deve ser mudado, fale com o seu chefe e apresente-lhe um plano de melhorias. Se reclama sem ter motivos, então pare.

8. Não esconda os seus erros

Pode ser difícil, mas é legítimo cometer os seus próprios erros, no entanto faça ainda melhor para corrigi-los. E certifique-se que não volta a fazer. Não culpe os outros pelos seus erros mesmo que por vezes o mereçam.

Em vez disso, defina um exemplo para que todos tenham igual culpa e se responsabilizem admitindo a sua parte.

9. Evite as pequenas “guerras”

É normal e inevitável que tenha pequenos desentendimentos com colegas ou até mesmo com o chefe. Eventualmente pode pensar que algo deve ser feito, enquanto a outra pessoa acredita que é de outra maneira. Não se irrite. Não importa o seu nível de aborrecimento, ou o quanto acredita que está certo, gritar no seu local de trabalho não é permitido, assim como bater a porta.

Manifeste a sua opinião calmamente e esteja preparado para se afastar da situação, caso não possa influenciar a outra pessoa ou se um dos intervenientes se descontrolar. E, obviamente,deve evitar o contacto físico.

10. Não minta

Ser desonesto faz com que pareça uma má pessoa mesmo através de um currículo. O verdadeiro profissional antecipa-se sempre. Se não tem qualificações para determinada vaga, então tem duas opções. Não se inscreve numa oferta à qual o seu perfil não se adequa, ou caso pretenda submeter a sua candidatura na mesma, então faça-o especificando as suas competências.

E se optar por esta, explique como as mesmas compensam pelos requisitos em falta. Mentir dizendo que está doente, também não é boa política. Se precisa de tirar um dia de folga, marque um dia de férias.

11. Não faça do escritório um confessionário

Até pode confidenciar com um amigo do trabalho, mas partilhar muita informação com o escritório inteiro não é bom.

Tenha em atenção com quem fala e sobre o que fala, especialmente assuntos pessoais, por exemplo, problemas com o cônjuge ou outros familiares. Caso o queira fazer, não o faça junto a clientes que o possam ouvir.

 

Fonte: The Balance