Há empregos em que existem condições que não se encontram noutros. Conheça aqui os 15 trabalhos mais bem pagos e menos stressantes do mundo.

A Fundação Francisco Manuel dos Santos concluiu que, em 2021, um em cada cinco trabalhadores portugueses ganhava apenas o salário mínimo nacional.

Mas, há exceções à regra. Vamos-lhe mostrar os 15 trabalhos mais bem pagos e menos stressantes do mundo, que a revista Business Insider encontrou.

Além disso, ainda lhe dizemos o nível de stress de cada um e o salário médio!

15 trabalhos mais bem pagos e menos stressantes do mundo

1. Matemáticos

Este profissional estuda e trabalha com matemática. Embora a maior parte das pessoas formadas na área trabalhem na área da educação e ensino, não é a única opção para estes profissionais.

  • Salário médio: 102.00 euros
  • Nível de stress: 57

2. Geógrafos

O Geógrafo estuda a interação entre sistemas espaciais distintos, sejam eles sociais, políticos, geológicos, económicos, entre outros.

O profissional formado em Geografia tem como objeto de estudo a superfície da Terra, assim como os fenómenos que ocorrem nela. Além disso, dedica-se ao estudo da relação do Homem com o meio.

  • Salário médio: 77.600 euros
  • Nível de stress: 59

3. Cientistas Políticos

A Ciência Política estuda os sistemas governativos com base na análise das estruturas de poder e das atividades políticas.

Os cientistas políticos têm como principal objetivo entender as formações políticas, para que as sociedades atuais funcionem bem, incluindo instituições financeiras, sociais, jurídicas e estatais.

  • Salário médio: 112.000 euros
  • Nível de stress: 61

4. Engenheiros Químicos

Estes profissionais trabalham na extração de matérias-primas e na transformação físico-química desses materiais para depois desenvolver produtos usados no nosso dia-a-dia.

Estes podem atuar em diversas áreas, como no tratamento de gases e líquidos nas indústrias fertilizantes, no desenvolvimento de tecnologias novas na produção de pisos, no planeamento de construção de usinas de mineração, na supervisão do processo de produção de medicamentos, entre outros.

  • Salário médio: 104.000 euros
  • Nível de stress: 61

5. Analistas de operações

Um Analista de Operações realiza estudos, diagnósticos e revisão do fluxo de atividades administrativas e de logística. Acompanha indicadores para identificar oportunidades de melhoria no processo operacional.

  • Salário médio: 83.000 euros
  • Nível de stress: 61

6. Desenhadores comerciais e industriais

Cria produtos e objetos nas mais diversas áreas. Então, o seu papel é conceber produtos e objetos tridimensionais, tendo sempre como objetivo as necessidades do consumidor.

  • Salário médio: 69.000 euros
  • Nível de stress: 61

7. Físicos

O físico estuda a natureza, assim como todos os fenómenos que nela ocorrem. Tenta compreender os comportamentos naturais, com uma base científica.

A física faz uso do método científico e da lógica e usa como linguagem a matemática. Um Físico pode trabalhar em muitas áreas, como a economia, a comunicação, a saúde, a oceanografia, entre outros.

  • Salário médio: 125.000 euros
  • Nível de stress: 62

8. Cientistas de Materiais

Cientistas de materiais analisam a estrutura dos materiais e criam novos componentes químicos. Dedicam-se ao estudo da composição da matéria, assim como das suas propriedades.

  • Salário médio: 95.000 euros
  • Nível de stress: 62

9. Hidrologistas

A Hidrologia é o ramo da Geofísica que estuda a forma como a água interage com o solo, as rochas, a atmosfera e outros fatores do meio ambiente.

Os Hidrologistas estudam estudar as águas e os fenómenos naturais que lhe estão associados, como por exemplo, a forma como a chuva provoca erosão e cria grutas.

  • Salário médio: 82.000 euros
  • Nível de stress: 62

 10. Cientistas alimentares

Esta é uma área fundamental nos dias que correm, pois até pode ajudar a combater a fome no mundo.

Então, o Cientista Alimentar aplica conceitos científicos e tecnológicos no estudo dos produtos e dos processos alimentares.

  • Salário médio: 72.700 euros
  • Nível de stress: 62

11. Professores de Economia

O Professor de Economia é um profissional com grandes conhecimentos nesta ciência socioeconómica, partilhando-os com alunos do ensino secundário e superior.

Esta disciplina é essencial em diversas áreas de estudo, não estando apenas ligada à área da Economia e Gestão. História e Sociologia, por exemplo, são duas ciências que precisam da Economia para compreenderem os fenómenos históricos e sociais.

  • Salário médio: 112.000 euros
  • Nível de stress: 63

12. Engenheiros Biomédicos

A engenharia biomédica é uma área da engenharia que está muito ligada à medicina. Esta Engenharia está voltada para a integração das ciências exatas nas ciências da saúde.

Assim, dá uma nova abordagem, tanto no âmbito da medicina, como no âmbito da Biologia.

O mercado de trabalho para os engenheiros biomédicos é cada vez mais vasto, sendo cada vez mais necessários em diversas áreas.

  • Salário médio: 89.000 euros
  • Nível de stress: 63

13. Economistas

O economista é aquele que estuda a forma como a sociedade, como um todo, produz bens e serviços, como os distribui, assim como a forma como os consome.

Tem conhecimentos para entender as mudanças da economia e do mercado, estabelecendo uma relação com as atividades económicas.

Este profissional tem como função garantir que a empresa em que atua, seja ela no comércio, indústria, ou órgão público, tenha saúde financeira.

  • Salário médio: 110.000 euros
  • Nível de stress: 64

14. Estatísticos

O profissional que se dedica à estatística faz a recolha de dados, analisando-os interpretando-os.

Hoje em dia já existem programas dedicados a este trabalho de análise dos dados. No entanto, o profissional fica responsável por recolher os dados e inseri-los no programa. Além disso, o Estatístico fica responsável pela interpretação da análise disponibilizada.

  • Salário médio: 88.000 euros
  • Nível de stress: 64

15. Epidemiologistas

A epidemiologia fornece as ferramentas e conhecimentos necessários para o desenvolvimento da pesquisa clínica, e não só.

Um epidemiologista é responsável por garantir o planeamento e contenção da propagação de uma doença infeciosa grave.

Entre as suas funções estão: recolha de dados para testes, desenvolver planos de ação, comunicar descobertas e investigar doenças. Além disso, têm de realizar relatórios sobre a potencial propagação de certas doenças.

  • Salário médio: 75.800 euros
  • Nível de stress: 64

 

Esta lista dos 15 trabalhos mais bem pagos e menos stressantes do mundo baseia-se em dados do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos da América.

Fonte: Menshealth