A composição do CV é algo de grande importância, uma vez que é este documento que à partida pode convencer um recrutador a contactá-lo, ou simplesmente ignorá-lo e passar para o próximo.

Dito isto, é preciso ser cuidadoso com a informação que é colocada no CV e o modo como a mesma é apresentada. Veja de seguida os erros a evitar para não enviar um currículo que possa comprometer uma entrevista e/ou o emprego.

Um email não profissional

O seu CV é um documento profissional que será analisado por recrutadores assim que é aberto. Deste modo, é altamente prejudicial que das primeiras coisas que saltam à vista é o seu email com o endereço moranguita96@email.com.

Para além de demonstrar uma falta de profissionalismo, a sua credibilidade será posta em causa. No caso de possuir um email com um endereço que na altura era visto como giro e engraçado, mas agora é embaraçoso, é melhor fazer um novo e muito mais profissional, e que evite alcunhas.

Clichés que não acrescentam nada

Se o seu CV tem demasiadas palavras ou frases como “trabalha bem em equipa”, “determinado” e outras semelhantes, deveria voltar a pensar até que ponto esses detalhes acrescentam valor ao seu CV.

Se pretende mostrar às empresas que trabalha bem em equipa e/ou que é determinado, apresente exemplos reais de objetivos que alcançou e de experiências anteriores em equipa. Isto é caso para mostrar, no lugar de escrever.

Gráficos de competências

É verdade que podem ser atrativos, mas na maioria das vezes acabam por não demonstrar uma realidade precisa das suas competências. Para demonstrar aos recrutadores o nível das suas capacidades, utilize variáveis que possam ser medidas:

  • Cumprimento da experiência – “3 anos de experiência com código HTML”;
  • Qualificações e Formação – “Certificado pela Google”;
  • Escala das tarefas – “Liderou uma equipa de cinco pessoas na gestão de um evento de 50.000€”.

Fotografias pouco profissionais

As fotografias não acrescentam tanto valor como pensa, a não ser que seja um ator ou modelo, os recrutadores vão estar muito mais interessados nas suas competências e experiência profissional.

Para além disso, se adicionar fotografias pouco profissionais isso irá prejudicá-lo mais do que o beneficiará. Aproveite o espaço do CV, que já é pouco, para realmente demonstrar os fatores mais relevantes e que possam despertar o interesse da empresa.

Demasiadas páginas

Enviar um CV com imensas páginas não facilita ninguém, não a si que dedica o seu tempo a aperfeiçoar o documento nem aos recrutadores, cuja responsabilidades tomam imenso do seu tempo, uma vez que não estão só a analisar o seu CV e o da vizinha, mas sim às centenas.

Analise cuidadosamente o seu CV e tente perceber que informação pode ser reduzia ou cortada, sem que o documento perca valor, como por exemplo funções antigas que exerceu não precisam de ser tão detalhadas como as mais recentes, não é necessário encher o CV com todos os seus passatempos e interesses. Seja meticuloso com a informação que apresenta no seu CV.

Lacunas no emprego

É normal existirem lacunas no que diz respeito à sua empregabilidade, é comum as pessoas tirarem um tempo livre das suas carreiras. No entanto, se deixar essas lacunas por explicar vai deixar os recrutadores preocupados.

Passa uma imagem de que simplesmente não fez nada nesse período entre um emprego e outro. Não tenha receio de escrever sobre esses detalhes, que esteve a viajar, o dedicou-se a objetivos pessoais. É sempre melhor demonstrar que esteve a fazer algo de construtivo do que nada. Em alguns casos, o facto de uma pessoa ser viajada demonstra proatividade, algo que pode interessar aos recrutadores.

Não tenha vergonha ou receio caso esse período tenha sido dedicado à recuperação de alguma doença. É sempre algo fora do seu controlo e bons trabalhadores e recrutadores jamais irão discriminá-lo por isso.

Erros gramaticais

É muito comum hoje em dia existir a ferramenta de verificação ortográfica e gramatical, o que deve impedir o seu CV de conter erros deste género. Não é preciso explicar que estes erros são notoriamente eliminatórios para os recrutadores.

Não fique demasiado dependente desta ferramenta para eliminar erros gramaticais, mais vale prevenir do que remediar, por isso nestas situações dedique o seu tempo para reler o seu CV, nem que peça a terceiros para dar uma vista de olhos.

Fontes elaboradas

Deixe-se ficar por uma fonte de fácil leitura. Apresentar no seu CV texto que seja difícil de ler, ou que esteja com uma fonte inadequada ao contexto do seu documento vai passar uma imagem de falta de profissionalismo.

Grandes parágrafos de texto

Enormes parágrafos de texto seguido nunca é atrativo, muito menos para os recrutadores que analisam inúmeros currículos todas as semanas, se não dias. Aborde estes detalhes de outra forma, corte os parágrafos para metade, ou se possível transforme-os em tópicos que facilitam a leitura.

Isto fará uma grande diferença, uma vez que será mais fácil para o recrutador identificar a informação que procuram.

 

Fonte: The Undercover Recruiter