A fase mais importante de uma entrevista de emprego é o início. É a oportunidade ideal para causar uma boa impressão – ou uma má – ao recrutador. Alguns recrutadores admitem saberem entre os primeiros 30 segundos se o candidato tem a possibilidade de ser um dos potenciais a ficar com a vaga.

É provável ter um pouco mais do que 30 segundos, mas é importante conseguir deixar uma boa impressão nos primeiros minutos da entrevista. E continue nesse ângulo para solidificar a sua possibilidade de uma segunda entrevista ou de ficar com o cargo.

Dicas para Impressionar o seu Recrutador

Pratique: Pode nem sempre levar à perfeição, mas é uma ajuda para conseguir um bom impacto no recrutador. Pesquise as questões mais frequentes durante as entrevistas de emprego e pense como responderia.

Vista-se apropriado para a ocasião: Pode ser constrangedor aparecer na sua entrevista de emprego com um vestuário exagerado ou demasiado casual. Acredite que esta é uma das alturas em que deve pensar num vestuário adequado à ocasião.

Não apareça na entrevista sem conhecimento de nada: Dedique algum tempo a pesquisar informações sobre a empresa, de modo a saber mais sobre a mesma e até mesmo questionar o recrutador ou mencionar algo que o deixou bastante interessado. Com este comportamento já ganhou alguns pontos com o recrutador que vai ficar satisfeito com o seu interesse e dedicação.

Aprofunde a sua investigação: Além de pesquisar sobre a empresa, tente obter informação mais detalhada e interior à empresa e aos seus colaboradores. Utilize o Linkedin, Facebook ou até mesmo a sua rede de contactos (caso possua).

Analise o cargo: Tente saber o mais possível sobre o cargo para o qual se candidatou. Saiba o que a empresa procura no candidato que pretendem contratar. Aproveite e reveja a sua carta de apresentação e currículo, de modo a assegurar-se do que pode oferecer e trazer para a empresa.

Investigue o entrevistador no Linkedin: Tire um minuto ou dois para pesquisar o recrutador que o vai entrevistar no Linkedin, se o encontrar. Isto permite ter uma ideia estruturada da pessoa com que se vai encontrar, como o seu trajeto profissional e a ligação que tem com a empresa.

Não abuse no perfume ou água de colónia: Lembre-se que o seu primeiro objetivo é causar uma boa impressão, por isso evite excessos de aromas ao seu redor. Como não sabe até que ponto um perfume pode incomodar o recrutador, mas vale apostar no seguro e colocar pouco ou nem colocar de todo. Não se esqueça que nem todos gostam de cheirar o perfume dos outros a metros de distância.

Evite mãos suadas: Ninguém gosta de tocar numa mão suada. Se tiver tempo passe pela casa-de-banho, lave as mãos e seque-as apropriadamente. Se não o conseguir, passe um lenço para se assegurar que não está a transpirar das mãos.

Respire fundo: Depois uma vez mais. As entrevistas podem ser bastante stressantes. Enquanto estiver na casa-de-banho, ou até mesmo na receção ou numa sala à espera, lembre-se de respirar fundo algumas vezes e sempre num ritmo calmo, e não se esqueça de que está ali porque foi escolhido para ser entrevistado, provavelmente no meio de dezenas de candidatos.

Tenha um aperto de mão firme: Quando for cumprimentado pelo recrutador, proponha-se a um aperto de mão e apresente-se, de modo a começar a entrevista com o pé direito.

Sorria: Não vai querer forçar um sorriso constrangedor, mas pense positivo e sorria quando conhecer o recrutador e sempre que for apropriado para o fazer durante a entrevista. Pessoas positivas com fortes competências interpessoais têm uma maior oportunidade de serem contratadas.

Demonstre o seu entusiasmo: Ou até a sua paixão pelo que faz e pelo que gostaria de fazer no seu próximo emprego. Nunca é mau mostrar ao recrutador que gostava do seu anterior emprego e que está muito entusiasmado por este nodo desafio.

Mostre como é apropriado para este cargo: Alie o seu entusiasmo a factos. Não é suficiente apenas dizer que está entusiasmado com esta oportunidade, mas apresente razões pelas quais seria uma boa contratação para exercer o cargo.

Não entre em pânico: Mesmo que tenha feito uma preparação excecional, pode ser apanhado desprevenido por uma questão que não esperava. Em situações deste género, não deixe o pânico controlá-lo e tente ser o mais honesto possível.

Partilhe uma ou duas histórias: Não cite apenas as suas qualificações. Exemplifique ao partilhar o que conseguiu alcançar no seu emprego. Não há nada melhor do que uma história real para captar o interesse do recrutador e mostrar o que pode fazer.

Depois da entrevista: O passo final para solidificar uma boa impressão e mostrar que se interessa por esta oportunidade é através de um email, uma mensagem ou até mesmo uma chamada. Para além de voltar a agradecer a oportunidade de o ter recebido, volte a mencionar o porquê de ser um bom investimento para a empresa.

 

Fonte: The Balance Careers