Funcionários públicos

O Governo pretende criar uma ECR – Entidade Centralizada de Recrutamento, que terá como responsabilidade concretizar os processos de recrutamento considerando as necessidades de pessoal que forem identificadas pelos serviços e previstas no futuro mapa anual consolidado de recrutamentos autorizados (MARA).

Esta medida está contemplada numa proposta enviada aos sindicatos pelo Ministério das Finanças e que será um dos temas a discutir em reuniões futuras.

A responsabilidade e execução dos recrutamentos serão centralizados para o INA – Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas, que já tem a seu cargo a gestão de bolsas de recrutamento, actualmente.

Assim que a necessidade de pessoal esteja identificada e aprovada, será responsabilidade do membro do governo responsável pela área das Finanças e da administração pública determinar, através de um despacho, a realização de procedimentos de recrutamento centralizados, pela referida entidade (ECR).

 

Fonte: Diário de Notícias