Havai recruta professores por 44 mil euros

Afinal parece que e viver no paraíso poderá não ser tão aliciante como se possa pensar. Nos últimos anos, tem sido complicado assegurar professores no Havai e, por esse motivo, a ilha está a oferecer um bónus a quem se quiser candidatar.

Para quem viaja para lá de férias, ou vê fotografias, o Havai assemelha-se a um autêntico paraíso. No entanto, a nível profissional e especialmente no sector de ensino, já não parece cativar tanto e os americanos não têm revelado muita vontade em ir para lá viver e trabalhar.

Nos últimos anos, no final de cada ano lectivo, as escolas do Havai perdem a maioria dos seus professores, que optam por deixar a ilha e regressar aos seus estados de origem, no continente americano. Esta tendência tem sido um grave problema que leva alguns distritos havaianos ao “desespero”.

Para tentar dar a volta a esta situação, o Havai abriu 1600 vagas para o próximo ano para novos professores nas áreas de Matemática, Ciências e Educação Especial.

Com o objectivo de aliciar mais profissionais, o Departamento de Estado da Educação está a oferecer 50 mil dólares (aproximadamente 44 mil euros) aos professores que aceitem o cargo, sobretudo para as zonas mais rurais e por mais de um ano de trabalho.

É também dada preferência a docentes que se esforcem por incentivar os próprios alunos a não abandonar as suas comunidades quando se formarem!